Há 10 anos, Vasco lutava ponto a ponto pelo título brasileiro contra o Corinthians, seu adversário neste domingo

Escudo
“O milagre de Itaquera”. Assim, quase que como um pedido aos céus, a torcida do Vasco vem se referindo o duelo contra o Corinthians, hoje (21), na Neo Química Arena, pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro. Em situação complicada na competição, o time cruz-maltino precisa da vitória para se manter vivo na luta para escapar do rebaixamento.

A súplica por uma ajuda divina faz sentido no atual cenário. Além de estar na 17ª colocação, com apenas 37 pontos, a equipe de São Januário não sabe o que é vencer o Timão há mais de 10 anos. Quando o assunto são os duelos em São Paulo, o tabu é superior a 13 anos.

A última vez que o Vasco saiu de campo com os três pontos quando enfrentou o Corinthians foi em outubro de 2010, na Colina, pelo Brasileiro. À época, Eder Luis e Zé Roberto marcaram no triunfo por 2 a 0. Já fora de casa, a derradeira foi em novembro de 2007, quando Alan Kardec marcou o gol da vitória por 1 a 0 no Pacaembu.

Um dos gritos da torcida do Corinthians coloca o próprio corintiano como sofredor. E assim será até o final do Campeonato Brasileiro. A equipe do técnico Nelsinho Baptista foi derrotada pelo Vasco por 1 a 0, na noite desta quarta-feira, no Pacaembu, e agora terá que se livrar do rebaixamento na última rodada, quando vai até Porto Alegre pegar o Grêmio no Olímpico, relatou o UOL Esporte à época.

E é justamente por causa desta partida que o confronto de logo mais ganha um ingrediente especial. O resultado positivo do Cruz-Maltino, em jogo também pela penúltima rodada, fez com que a situação do Corinthians naquela edição do Brasileiro ganhasse tons dramáticos. O rebaixamento do Timão acabou sendo concretizado no jogo seguinte, contra o Grêmio, em Porto Alegre.

Agora, com as coincidências da atual conjectura, o Corinthians tem a oportunidade de “dar o troco” no Vasco. Mais do que isso, também se manter vivo em outra briga: por uma vaga na Libertadores.

Para o duelo, a equipe do Vasco buscou uma preparação especial e se blindou. A viagem para a capital paulista, inclusive, foi antecipada. O técnico Vanderlei Luxemburgo, por sua vez, mantém o mistério em relação à escalação titular.

Luxa quer evitar primeiro rebaixamento

Pentacampeão do Brasileiro, Vanderlei Luxemburgo luta para evitar o que seria o seu primeiro rebaixamento na competição. O treinador levantou a taça em 93 e 94 com o Palmeiras, em 98 com o próprio Corinthians, em 2003 com o Cruzeiro, e em 2004 com o Santos.

A última conquista da carreira de Luxa foi justamente sobre o adversário de hoje. Pelo Palmeiras, ele venceu o Timão na final do Campeonato Paulista do ano passado.

O treinador, por sinal, já foi campeão da Série B. Em 1989, quando inicia a carreira e era considerado uma aposta, Luxemburgo comandou o Bragantino e levantou a taça.

Há uma década, rivais pelo título

Em 2011, Vasco e Corinthians se encontravam em situações bem diferentes. Os dois times, então tetracampeões do Brasileiro, brigaram até a última rodada pelo título e os paulistas levaram a melhor, terminando a competição com dois pontos a mais (71 contra 69).

No ano seguinte, o Timão e o Cruz-Maltino voltaram a fazer um duelo marcante. Desta vez, pelas quartas de final da Libertadores. Novamente, o Corinthians venceu e ficou com a vaga. O gol da classificação foi marcado por Paulinho, mas o confronto ficou marcado pela defesa do goleiro Cássio em finalização de Diego Souza.

Fonte: UOL

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠