Diretoria trabalha silenciosamente e deve anunciar reforços em breve

Após anunciar algumas mudanças no departamento de futebol, a diretoria do Vasco começou a enxugar o elenco para a temporada 2021. Com a queda de receita na Série B, o Clube precisa diminuir a folha salarial para ter condições de arcar com dívidas e obrigações durante o ano. Alguns jogadores já foram avisados que não fazem parte dos planos da comissão técnica. Mesmo com a necessidade, a direção tem tido cuidado, pois existem atletas com vínculos longos, o que faz com que exista uma necessidade de negociação com os representantes dos que não interessam.

Além da parte financeira, a parte técnica também pesa para as saídas. O planejamento que envolve dispensas está sendo tocado pelo técnico Marcelo Cabo e o diretor de futebol Alexandre Pássaro. No clube desde 2016, o lateral-direito Yago Pikachu puxa a fila da barca vascaína. Os representantes buscam um novo caminho para o jogador, que tem contrato com o Vasco até o fim de 2021. Além de Pikachu, os laterais Henrique e Neto Borges também não farão parte do grupo. Emprestado ao Vasco, Neto, inclusive, não se reapresentará na próxima segunda-feira (08/03). A mesma situação vale para o volante Léo Gil, que está indo para o Colo-Colo, e o atacante Gustavo Torres, que deve voltar ao Atlético Nacional-COL. Os zagueiros Werley e Leandro Castán, e o meia Benítez também podem ser liberados, caso haja acordo entre as partes. Após término de empréstimo, o zagueiro Marcelo Alves e atacante Ygor Catatau não renovaram.

Ao mesmo tempo, o técnico Marcelo Cabo trabalha na indicação de nomes para reforçar o elenco para a temporada. Até o momento, o Clube ainda não anunciou nenhuma contratação. No planejamento da comissão técnica estão em pauta dois zagueiros, um lateral-esquerdo, um volante, um meia e dois atacantes.

Fonte: tupi.fm

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠