Jurídico do Vasco busca reviravolta no STJD em partida contra o Inter

O STJD – Superior Tribunal de Justiça Desportiva – marcou para quinta feira (25/3), às 11 horas, sessão do Tribunal Pleno e na pauta o processo número 107/2021, cujo relator será auditor Dr. Luiz Felipe Bulus e trata-se de Medida Inominada contra a decisão do presidente Otavio Noronha que não acatou o primeiro pedido do Vasco da Gama de impugnação de partida com o Internacional, alegando erro de direito nas decisões do árbitro de campo e problemas técnicos do VAR – árbitro de video.

O Vasco terá como seu advogado na tribuna o competente Dr. Marcelo Jucá, advogado contratado pela nova diretoria, após décadas de representatividade jurídica do escritório do Dr. Paulo Reis.Ele terá que sustentar os motivos levantados pelo clube e conseguir anular aquele jogo de São Januário e numa outra partida buscar a vitória para se manter na Série A.

Não será fácil, mas o Vasco quer fazer história jurídica conseguindo anular um jogo por problemas técnicos do VAR, que devido aos raios solares nos equipamentos de calibragem das linhas de impedimento não permitiu seu pleno funcionamento. Na primeira tentativa o presidente do STJD não conseguiu enxergar o erro de direito pleiteado pelo clube. Porém, com uma boa exposição de fatos, quem sabe uma reviravolta poderá dar vitória aos vascaínos.

Fonte: Super Rádio Tupi

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠