Vasco deixa lista da CBF de clubes formadores; clube aguarda certidão dos Bombeiros para regularizar situação

A CBF atualizou no último dia 18 de março a lista dos clubes que têm o Certificado de Clube Formador (CCF), título que dá direito à entidade a pleitear indenização pela formação de atletas. Clubes tradicionais como Vasco e Corinthians ficaram fora da mesma.

No caso do Vasco, o ge apurou junto ao clube que a pendência é a renovação da certidão emitida pelo Corpo de Bombeiros, que passou a ser exigida após o acidente que vitimou 10 crianças no Ninho do Urubu em fevereiro de 2019.

O CCF tem duração de um ano, e anteriormente a responsabilidade de concedê-lo aos clubes era das federações locais junto à CBF. A certidão emitida pelo Bombeiro tem validade de três anos, mas a Ferj aceitava protocolo contendo informações de que o clube havia dado entrada no processo de obtenção da mesma. A CBF, por sua vez, não aceita.

O Vasco tem a expectativa de ter sua certidão renovada pelo Corpo de Bombeiros já em abril. A reportagem do ge procurou a CBF, e a entidade esclareceu que o processo de reintegração à lista dos clubes com CCF pode se dar em semanas. Para isso, basta regularizar sua situação e se enquadrar nos procedimentos, critérios e diretrizes para certificação de clube formador (veja no fim da matéria).

Fora da lista atualmente, o Vasco não pode registrar novos contratos de formação com atletas no momento. Até pode-se firmar vínculo com jovens jogadores, mas, com a pendência, a regularização do contrato de formação cai em exigência.

Resolvida pendência com a CBF, o Vasco pode voltar a registrar novos contratos de formação.

Fonte: ge

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠