Ex-Vasco, Marcelo Mattos cobra do clube R$ 7,9 milhões na Justiça do Trabalho

Ex-jogador do Vasco, Marcelo Mattos entrou com um processo na Justiça do Trabalho do Rio de Janeiro contra o clube. O Esporte News Mundo teve acesso a detalhes do caso, o qual o volante cobra do Cruz-Maltino uma dívida de R$ 7.984.015,42.

São diversos pedidos de Marcelo Mattos contra o Vasco. Os principais são relacionados aos problemas médicos que sofreu nos anos que esteve em São Januário, com a grave lesão no joelho. Todas as questões foram destrinchadas ao longo das mais de 60 páginas judicialmente.

Foi no ano de 2016 que Marcelo Mattos sofreu a primeira lesão no joelho direito. Depois disso, foram cinco cirurgias para corrigir problemas na região. Voltou a treinar somente em 2019, fez um jogo, mas depois o contrato chegou ao fim.

No processo, por conta desta lesão, mais de R$ 6 milhões são cobrados. R$ 1.040.000,00, por exemplo, é referente a uma indenização substitutiva à não contratação do Seguro Obrigatório, que segundo a defesa do jogador, não foi contratado pelo Vasco no período.

Os pedidos relacionados à lesão seguem com o requerimento de acidente de trabalho a lesão sofrida, já que foi durante treinamento do Vasco que Marcelo Mattos teve o problema. Além da declaração de nulidade da rescisão de emprego estável, passando a ser demissão sem justa causa.

Também são pedidos pontos como por exemplo dano moral, além de R$ 2,7 milhões a título de Lucros Cessantes. “Assim, deve-se condenar a Reclamada ao pagamento dos lucros cessantes, período entre a data do encerramento do Contrato de Trabalho e a projeção do término da carreira, no total de 36 meses, sobre a diferença salarial”, pontuou a defesa do jogador na inicial.

Outras cobranças de Marcelo Mattos são de vencimentos atrasados, como por exemplo a quantia de mais de R$ 1 milhão em salários atrasados, três décimo terceiro salários, férias integrais e proporcionais, em dobro, acrescidas do terço constitucional, Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) não depositados, além de multas.

O caso corre na 31ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro do Tribunal Regional do Trabalho da Primeira Região (TRT-1), sob o comando da juíza Flávia Buaes Rodrigues. Ainda não foi marcada audiência de conciliação entre as partes.

Marcelo Mattos disputou 36 jogos com a camisa do Vasco – 35 foram em 2016 e apenas um depois disso. No período, ele marcou somente dois gols pelo clube de São Januário.

A reportagem do ENM não conseguiu contato com os envolvidos até o momento desta publicação.

Fonte: Esporte News Mundo

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠