Vasco teve diminuído seu percentual dos direitos de 7 jogadores do elenco entre 2019 e 2020

O Vasco publicou o seu balanço financeiro com todas as demonstrações financeiras e real situação da dívida. O balanço financeiro completo está disponível no site do clube.

O cruzmaltino além das dívidas de curto prazo e de toda a situação de reestruturação, ainda observa, no balanço financeiro, uma redução nos valores de porcentagem dos direitos econômicos de alguns atletas. Fato este, que ocorreu em maioria com jogadores oriundos da base ou que precisavam renovar o contrato.

Jogadores com percentual de direitos econômicos inferior ao de 2019:

Juninho – 100%(2019)/ 90%(2020)
Fintelman – 100%(2019)/ 92%(2020)
Alexandre Melo (Cuiabá) – 100%(2019)/ 15%(2020) Redução ocasionada pela venda
Bruno Gomes – 100%(2019)/ 93%(2020)
Cayo Tenório – 100%(2019)/ 95% (2020)
Lucão – 100%(2019)/ 90%(2020)
Riquelme – 100%(2019)/ 90%(2020)

Além destes, citados acima, o gigante da colina vendeu alguns jogadores e ainda mantém percentuais destes atletas que são os casos de:

Alan Cardoso 20%
Bruno Cosendey 70%
Caio Monteiro 70%
Luan Garcia 40%
Madson 40%
Marrony 20%
Mateus Vital 15%
Paulo Vitor 30%
Paulinho 10%

O Vasco possui ainda 80% dos direitos econômicos do artilheiro German Cano.

Fonte: Esporte News Mundo

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠