Presidente Jorge Salgado confirma intenção de participar da licitação do Maracanã

Presidente do Vasco, Jorge Salgado esteve presente hoje (21) no Maracanã durante cerimônia que homenageou os ex-jogadores cruzmaltinos Roberto Dinamite, Mauro Galvão e Ricardo Rocha com a honraria de deixar seus respectivos pés na Calçada da Fama do estádio. Na ocasião, o dirigente ratificou ao governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, o desejo do clube em participar da licitação do “Maior do Mundo” que acontecerá em breve.

“Torcida Vascaína, estive hoje no Maracanã em evento da Calçada da Fama. Tive a honra de representar o Vasco ao lado de nossos campeões Ricardo Rocha, Mauro Galvão e o maior de todos, Roberto Dinamite. Ratifiquei ao governador nossa decisão de participar da licitação do Maior do Mundo. O Vasco foi o primeiro campeão da era do Maracanã e protagonista da construção de sua lenda. O Maraca também é a casa do Vasco”, declarou.

Mês passado, em reunião no Palácio da Guanabara, Jorge Salgado e seu vice, Carlos Roberto Osório, já haviam indicado a intenção do Vasco em participar da licitação.

Segundo nota publicada pelo clube de São Januário, para estruturar a participação no processo licitatório, Salgado criou um grupo de trabalho com representantes das vice-presidências de Finanças, Marketing e Jurídica. Ainda de acordo com o comunicado, o Vasco vai avaliar possíveis parcerias com outros clubes e com a iniciativa privada para que o projeto seja autossustentável.

Dupla Fla-Flu “isola” Vasco em parceria

Com mais seis meses de concessão do Maracanã garantidos, Flamengo e Fluminense veem o futuro do Maracanã juntos. A parceria já solidificada na administração do complexo deve seguir unida para a futura licitação. Também interessado no estádio, o Vasco deve ser isolado pela dupla para a disputa. Inicialmente, o Cruz-Maltino até era bem visto como parceiro comercial, mas as questões burocráticas para ter três grandes na administração, já totalmente dividida, além dos termos financeiros, fazem com que Fla e Flu se afastem do clube de São Januário.

Flamengo e Fluminense gerem o complexo através de uma sociedade de propósito específico (SPE). O Rubro-Negro detém o posto do CEO e o Tricolor tem mais cadeiras numa espécie de “conselho diretor”. Fora da pandemia, garantem as partes, o estádio não gera prejuízos para nenhum dos dois times, ainda que o clube das Laranjeiras tenha dívidas antigas dos tempos de administração da Odebrecht em função da mudança de contrato por conta de um aditivo. A disputa judicial entre Flu e a empresa de construção civil segue.

Mais Maracanã: licitação do estádio sai até outubro

Apesar de Flamengo e Fluminense estarem em vias de assinar a permissão de uso do Maracanã por mais seis meses, a nova licitação vai ganhando forma e será concluída até outubro, de acordo com a intenção da Casa Civil do Rio de Janeiro. As comissões técnica e especial de licitação para iniciar a nova concessão do complexo já foram nomeadas e a ideia é acelerar o processo.

Fonte: UOL

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠