Novo reforço do Vasco, Daniel Amorim já trabalhou com Marcelo Cabo no CRB

Menos badalado que os outros oito nomes que chegaram anteriormente, Daniel Amorim, de 31 anos, foi anunciado ontem (24) como mais um reforço do Vasco para a disputa da Série B. E as principais características que levaram o clube a fazer esta contratação foram o custo-benefício, sua especialidade no jogo aéreo e o aval do técnico Marcelo Cabo, com quem já havia trabalhado.

Daniel Amorim chega ao Cruzmaltino com um salário considerado bem abaixo do padrão dos outros reforços e com um contrato de produtividade, nos moldes de como a diretoria já havia feito anteriormente. Além disso, o elenco ainda não tinha um centroavante com seu estilo, ostentando 1,91m de altura e com alto poder de cabeceio.

Cabo acredita que tais características serão importantes em determinados jogos na Série B, principalmente contra adversários que atuarão de maneira retrancada diante do Vasco. Além disso, o atleta também poderá contribuir no sistema defensivo, já que a equipe tem sofrido na temporada com gols oriundos de jogadas de bola aérea e/ou parada.

O treinador já conhece bem Amorim, que foi seu jogador no CRB no primeiro semestre do ano passado, antes de sofrer uma grave lesão que o deixou longo tempo parado até retornar para o Tombense este ano.

“Carrasco” do Vasco

Daniel Amorim já foi “carrasco” do Vasco em duas oportunidades, embora o Cruzmaltino não tenha sido derrotado em nenhuma delas. A primeira vez foi em 2019, pelo Campeonato Brasileiro, na estreia do técnico Vanderlei Luxemburgo, quando a equipe sofreu um gol do atacante do Avaí aos 49 minutos do segundo tempo, em São Januário, selando o empate em 1 a 1.

Já a outra vez foi este ano, quando o Vasco encarou o Tombense pela segunda fase da Copa do Brasil. Na ocasião, Amorim fez o de honra dos mineiros na vitória cruzmaltina por 2 a 1 que classificou o “Gigante da Colina”.

Bons números por Avaí e Tombense

Daniel Amorim apresenta bons números por Avaí e Tombense. No clube catarinense, fez 16 gols em 22 jogos entre 2019 e 2020, e foi artilheiro do campeonato estadual. Porém, com a chegada do técnico Alberto Valentim, perdeu espaço em opção que foi muito contestada por torcedores e a imprensa local.

Já em sua última passagem pelo Tombense este ano, apesar de ter sido curta, foi expressiva: foram seis gols em sete jogos pelo clube mineiro, onde chegou às semifinais do Estadual e foi um dos três artilheiros da competição.

Disputa com Tiago Reis

O atacante fará uma disputa direta com o jovem Tiago Reis pelo posto de “substituto imediato” de Germán Cano, o artilheiro argentino do Vasco.

No elenco o técnico Marcelo Cabo ainda conta também com Figueiredo, que faz a função de centroavante, mas atua também pelos lados de campo por possuir mais velocidade e mobilidade.

Até o momento, além de Daniel Amorim, o Vasco já contratou Vanderlei (goleiro); Ernando (zagueiro); Zeca (lateral); Romulo (volante); Marquinhos Gabriel, Morato e Sarrafiore (meias); e Léo Jabá (atacante).

Fonte: UOL

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠