Especulado no Vasco, Anderson Martins descarta aposentadoria: ‘Isso nunca passou pela minha cabeça’

Depois de quase um mês de negociação, o zagueiro Anderson Martins assinou na última semana a rescisão de contrato com o Bahia. Ele vinha treinando em horário alternativo ao grupo principal do Esquadrão de Aço e se despede dos baianos depois de curta passagem, com 10 jogos – oito como titular. Ele marcou um pelo Bahia, no empate por 1 a 1 no Brasileiro de 2020.

Contratado a pedido do técnico Mano Menezes, demitido na reta final pelo Bahia, Anderson recebeu proposta de rescisão, enviou contra-proposta e as duas partes ajustaram as pontas até o acordo.

Em contato com o ge, Anderson, de 33 anos, descartou aposentadoria. Depois da notícia de negociação de rescisão, foi veiculada a possibilidade dele parar de jogar. O jogador não pensa tão cedo em largar o futebol.

– Está louco!? Isso nunca passou pela minha cabeça. Estou novo ainda. Estou me preparando e espero estar de volta em breve – disse o defensor.

Revelado pelo Vitória, campeão da Copa do Brasil de 2011 com o Vasco, com longa passagem pelo futebol arábe e também pelo São Paulo, Anderson segue treinando na Bahia, mas vai para Fortaleza, sua cidade natal. Ele se recuperava de lesão muscular, mas já fez treinos no campo nos últimos dias no centro de treinamento do Bahia.

– Tive duas lesões musculares no Bahia, mas fiz bom jogo contra o Grêmio. Achei que ia ter sequência, mas não tive. Não fiz muitos jogos por conta da parte física, mas quando estava me sentido melhor não joguei mais – comentou o jogador, sem clube.

Em nota, o Bahia comunicou a rescisão de contrato com Anderson Martins. O contrato ia até 31 de dezembro de 2021. O clube agradeceu os serviços prestados pelo jogador e desejou boa sorte no prosseguimento de sua carreira.

Fonte: ge

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠