Léo Matos: ‘Costumo dizer com meus amigos e família que o homem não pode apanhar na mesma esquina duas vezes’

Um dos líderes do elenco, Léo Matos desabafou após a desastrosa atuação do Vasco na derrota por 2 a 0 para o Operário-PR, na manhã deste sábado, em São Januário. Para apontar que a equipe vem pecando insistentemente na falta de intensidade, lançou mão de uma metáfora.

– Costumo dizer com meus amigos e família que o homem não pode apanhar na mesma esquina duas vezes. Se ele passou por ali, não deu certo e apanhou, ele tem que ir por outro caminho. No Campeonato Estadual, já tivemos situações parecidas com essa, de entrar sem intensidade em campo.

– Já falamos desde o início: se a gente não igualar na força, não vai ganhar. Equipe muito bem preparada, veio aqui, deu um nó na gente. A gente não conseguiu se livrar. Marcelo vem tentando implementar o sistema de jogo dele há três meses, muitas vezes a gente conseguiu fazer, mas hoje foi um dia infeliz em que não conseguiu aplicar nada do que ele pede.

O jogador também fez referência à desatenção dos vascaínos, que cometeram muitos erros infantis no primeiro tempo.

– Segunda Divisão é assim, temos que nos adaptar. Temos muita qualidade técnica, mas precisa de mais intensidade para ganhar esse tipo de competição. Mostra o que já sabíamos. Sofremos pelos mesmos erros. A gente tem conversado internamente, mas precisamos entrar mais concentrado. Se deixar para buscar do meio para o final, vai ser complicado.

Fonte: ge

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠