Ex-técnico do Vasco, Joel Santana critica: ‘O time do Vasco é vagabundo, não serve para p… nenhuma

O chamado “futebol moderno” tem em Joel Santana um inimigo declarado. Em entrevista a Milton Neves, Cláudio Zaidan e Guilherme Cimatti na Rádio Bandeirantes, o técnico detonou os esquemas táticos e os treinamentos mais utilizados atualmente no futebol brasileiro, disparando um arsenal de críticas a quase tudo. Sempre pontuando as frases com palavrões e às vezes se referindo a si mesmo na terceira pessoa.

“Eu tomei porrada por 50 anos. Agora eu dou porrada”, disse Joel, que mantém um canal no YouTube.

O técnico negou estar ultrapassado, disse estar decepcionado com o São Paulo de Hernán Crespo, lamentou a fase de Vasco e Botafogo, reclamou dos “engomadinhos de livro” no futebol e exaltou Pep Guardiola. “Mas ontem ele inventou”, declarou sobre a derrota do Manchester City para o Chelsea na final da Liga dos Campeões.

Confira os principais trechos da entrevista:

Joel superado?

“É a cultura do Brasil. Só no Brasil você encontra isso. Aqui quando você está mais experiente eles dizem que está velho, superado, gagá. Eu tenho 30 anos de futebol, trabalhei em não sei quantos clubes, perdi a conta. Rodei o mundo. “Eles [dirigentes] não têm vontade de falar com o Joel. Na maioria dos clubes tem cara que gosta dar pitaco. Ou você é presidente ou é treinador de futebol. Mas eles têm mania de treinador, de botar os jogadores que gostam.”

Engomadinhos

“Aí vem um monte de engomadinho de livro, [tom irônico] ‘marcação alta, marcação baixa, lateral… Futebol não muda. E por essas histórias que estão inventando o Brasil está passando por essas dificuldades. O cara hoje é robô. Você vê jogador driblar? Não vê. Não vê o cara treinar cruzamento, falta. É só posse de bole. Quero saber de posse de bola? ‘Teve 80% de posse’. Quanto foi o jogo? Três a zero para o outro time. Você não tem mais talento. Desculpe o desabafo. Mas essa é a verdade.”

Esquemas

“Todo mundo joga igual hoje: 4-2-3-1. Para com essa p… Não bota número! Quem tem número é [jogo do] bicho e loteria. Treinador é quem simplifica e deixa os caras jogarem.”

Crespo “rainha de bateria”

“Fiquei decepcionado com o São Paulo [no jogo contra o Fluminense, na primeira rodada do Brasileirão; jogo ficou no 0 a 0]. Eu estava esperando outra coisa do São Paulo. Esse tal de Crespo parecia que era a rainha da escola de samba. Não vi nada, p… nenhuma. [Leu que] ‘Crespo ficou surpreso com a supremacia tática do Fluminense’. O Fluminense não fez p… nenhuma. Se o Fred joga, ganha do São Paulo dentro do Morumbi.”

Cariocas “caidinhos”

“Fui na TV Vasco [canal de YouTube oficial do clube] e quiseram me dar de pau. O Time do Vasco é vagabundo, não serve para p… nenhuma. Os caras ficaram p… Ontem tomaram uma porrada de 2 a 0 [para o Operário-PR, na estreia na Série B]. Botafogo chorou para empatar [com o Vila Nova] Os times do Rio estão caidinhos. Fluminense está respirando por aparelhos. E o pessoal não quer que a gente fale nada.”

Prancheta

“Todo mundo me dava p… Hoje todo mundo usa campinho magnético.”

Fonte: Band.com.br

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠