Apesar da derrota por 2 a 0 para o São Paulo, Vasco mostrou equilíbrio durante a partida

A disputa da Copa do Brasil recolocou o Vasco frente a frente com um time da elite do futebol nacional. O Gigante da Colina enfrentou o São Paulo, ontem (28), no Morumbi, pela partida de ida das oitavas de final, e, apesar da derrota por 2 a 0, conseguiu idealizar um promissor retorno à Série A.

Isso se deve ao equilíbrio que tomou conta da partida na maior parte do tempo. O São Paulo dominou os primeiros 20 minutos e aproveitou esse momento para abrir o placar. Depois disso, o Vasco se arriscou ao ataque, mas falhou na hora de definir as jogadas. E com uma falha da defesa em jogada aérea, ainda permitiu que o Tricolor aumentasse sua vantagem no confronto.

“Controlamos bem o jogo todo, mas, no final, quando íamos arriscar mais, com Sarrafiore e Morato, acabamos tomando o gol quando eles estavam entrando. Temos de ter tranquilidade para avaliar e saber que o São Paulo está bem na nossa frente em um processo como um time coletivamente”, comentou o técnico Lisca.

“Apesar de termos conseguido equilíbrio em volume de jogo, faltou ser mais eficaz. Ter a eficácia que tivemos contra o Guarani, mas hoje não teve. Talvez tenhamos criado boas situações, mas não conseguimos finalizar. Precisamos ser mais assertivos nos detalhes porque isso faz diferença”, complementou.

A retomada do clube na elite do futebol passa obrigatoriamente por uma boa campanha na segunda divisão. No momento, o Vasco ocupa a sétima colocação, com 22 pontos, e está a dois pontos do G-4. O time cruzmaltino também vem atravessando boa fase na competição, sem derrota nas últimas seis partidas da competição —três vitórias e três empates.

No próximo sábado (31), no Engenhão, o Vascoenfrenta o Botafogo em um clássico essencial para as pretensões do clube. Por isso, Lisca nem pensa em poupar jogadores por estar em meio a uma disputa na Copa do Brasil.

“Vamos analisar os jogadores que estão em melhores condições, mas não vamos poupar. Não vamos deixar a Copa do Brasil de lado, mas o fundamental é terminar a temporada retornando para a Série A. Então, seria uma situação fora de contexto preservar os jogadores para a partida de quarta”, comentou Lisca. “Vamos decidir juntos a melhor estratégia para o jogo do fim de semana, e só não vão atuar os jogadores que não terão intensidade e a força necessária.”

Até esse jogo, o técnico Lisca pretende continuar a organizar o time que considera ideal. O único desfalque para encarar o Botafogo é o lateral esquerdo Zeca, suspenso por acúmulo de cartões amarelos. Ele deve ser substituído por MT.

Depois disso, Lisca vê o Vasco com chances de passar de fase na Copa do Brasil, apesar da derrota na primeira parte do duelo. “O primeiro tempo foi aqui em São Paulo, e eles estão com vantagem de 2 a 0. A Copa do Brasil tem essa peculiaridade. O meio tempo foi aqui. Agora, precisamos voltar para o jogo, diminuir a diferença para depois tentar a igualdade com organização.”

Fonte: UOL

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠