Para Lisca, Vasco teve 2 pênaltis não marcados e 1 gol mal anulado

O técnico Lisca iniciou a coletiva após a derrota em casa para o São Paulo por 2 a 1 evitando criticar a arbitragem. No entanto, o treinador acredita que o árbitro Anderson Daronco errou em ao menos três marcações contra o Vasco na última quarta-feira (4), no jogo de volta das oitavas da Copa do Brasil.

“Não vou falar de arbitragem, pois já tive muitos problemas”, começou o treinador. Mas, logo em seguida, deu seu parecer sobre os lances mais polêmicos do confronto. “Fizemos um gol, mas na minha concepção um gol legal. A nova regra diz que não é mais questão de anulação quando a bola bate na mão ocasionalmente. Teve o pênalti no Jabá. Tivemos a expulsão do Jabá, aí sim ele entrou muito forte. Tivemos mais um pênalti. Infelizmente a arbitragem não viu e o VAR também não. Depois a expulsão do Castán. Ele botou com o joelho na sola, e eles optaram por isso. Aí o jogo ficou totalmente atípico e ruim para nós”, comentou.

Ainda restam quatro rodadas para acabar o primeiro turno da Série B. Após esse período, o árbitro de vídeo também entrará no torneio. “Vai ser um campeonato diferente. Acho que deveria ter o VAR desde o início ou não ter desde o início. Temos que acatar e torcer para que as coisas aconteçam da melhor forma possível, que as decisões sejam as mais justas possíveis. No ano passado, ele fez falta para o América Mineiro”, emendou o treinador.

Série B que, inclusive, passa a ser o único torneio da equipe até o restante da temporada. “Pode ter certeza que hoje foi o início da nossa arrancada. Vamos buscar tirar toda essa indignação que vi no vestiário para levarmos como combustível para os próximos jogos. Como dizia meu presidente do Luverdense, é tirar as criancinhas da sala no segundo turno, que é onde a onça bebe água. Estou muito confiante e esperançoso no Vasco”, complementou.

Fonte: UOL

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠