Desempenho ruim fora de casa liga o alerta do Vasco

A campanha irregular do Vasco na Série B passa pelo desempenho do time fora de São Januário. Se em casa o Cruz-maltino faz bem seu dever de casa, longe de seus domínios o desempenho preocupa e acende o sinal amarelo no clube.

Quando atua distante do Rio de Janeiro, a equipe de Lisca vai mal e somou apenas nove pontos de 27 disputados até aqui. A campanha faz com que os vascaínos tenham apenas a 12ª campanha como visitantes, com aproveitamento de 33,3%.

Na Colina, no entanto, o Cruz-maltino vai bem, obrigado. Em nove jogos, o time venceu seis, empatou um e perdeu os outros dois. Com índice de 70,3%, o time fica atrás apenas de Goiás e Botafogo, clubes que são ainda mais efetivos em seus estádios.

Essa oscilação tem preocupado o técnico Lisca, que já externou a sua preocupação com esse desequilíbrio na campanha rumo ao retorno à elite.

Na última rodada, o time foi batido por 2 a 1 pelo Remo, que fez valer a força do Baenão para vencer uma equipe que se mostrou desorganizada ao longo dos 90 minutos.

“Temos de melhorar o nosso desempenho fora de casa. Nosso desempenho em casa é de G-4. Para almejarmos o acesso, temos de melhorar fora. Precisamos de mais consistência”, alertou o técnico.

Na 8ª posição, o Vasco encara na quarta (18) o Londrina, às 21h30, em São Januário. A dois pontos da zona de acesso, os cariocas querem fechar o turno entre os que sobem para a Série A em 2020. Com São Januário como arma, Lisca espera mudar mudar o cenário o quanto antes:

“Quarta-feira será um jogo decisivo para nós, precisamos fazer os três pontos. Dos últimos nove pontos, fizemos seis. Temos de fazer nove em 12 e começar de novo a nossa recuperação para entrarmos no G-4”.

Fonte: UOL

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠