Carlos Germano promove torneio de base e feminino no Espírito Santo

O capixaba Carlos Germano, ex-jogador do Vasco e da Seleção Brasileira, é o criador do projeto “Carlos Germano Cup”, que terá o pontapé inicial neste final de semana, na Serra. O torneio tem como objetivo promover os jogadores de base que estão começando. Além disso, o evento contará com uma categoria feminina. Nove equipes masculinas e quatro equipes femininas já foram confirmadas.

A Carlos Germano Cup terá seis etapas, em seis cidades diferentes – Serra, Guarapari, Linhares, Santa Maria de Jetibá, Cachoeiro de Itapemirim, todas classificatórias para a etapa final em Anchieta.

A primeira etapa será na Serra, neste domingo, para as categorias (masculinas) Sub-12 e Sub-14, e dia 22, para as categorias Sub-11 (masculino) e Sub-17 (feminino). Os jogos acontecerão no Associação de Pessoas da Caixa Econômica Federal, no balneário de Bicanga.

Já nesta primeira etapa, o evento contará com olheiros de clubes como Flamengo, Botafogo, Vasco e Fluminense. Ainda assim, a organização do evento segue conversa com outros clubes para aumentar a rede de olheiros presente no campeonato.

Além disso, o evento contará com diversas premiações como troféus, medalhas, prêmios de atletas destaque, kit de primeiro socorros e de massagem e o passaporte para o atleta e para a família do Hotel Fazenda China Park.

O ex-goleiro e idealizador da competição lembra que a sua ida para o Vasco, na década de 80, foi possível, pois foi visto por um olheiro, que acompanhava uma competição nesse formato, no Espírito Santo.

– Estamos muito felizes por poder proporcionar esse evento para os garotos. É uma expectativa muito grande para os jovens aqui do estado do Espírito Santo. Tive a oportunidade de construir uma carreira muito bonita com passagens por clubes gigantes do futebol brasileiro e até na Seleção Brasileira. Vejo essa iniciativa como uma forma de retribuir isso que ocorreu na minha vida, pois foi graças a um evento como esse que o ex-olheiro do Vasco, Nelson Teixeira me viu aqui e me levou para o clube, ele que abriu essa porta na minha vida. Por isso quero que os jovens daqui, que também possuem grandes qualidades, possam ter essas mesmas chances que tive. E com isso, quem sabe, o estado possa exportar cada vez mais atletas para o Brasil e para o mundo.

Fonte: ge

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠