Vasco lançará NFTs criadas a partir de desenhos feitos por crianças vascaínas; diretor Rogério Portugal comenta

Se, em campo, o Vasco ainda está na disputa pelo acesso à Série A do Campeonato Brasileiro, fora dele o clube tem usado a criatividade para aumentar suas receitas. Depois de anunciar a chegada da Pixbet para o patrocínio máster, o clube vai anunciar nos próximos dias o lançamento da primeira linha de NFTs (tokens especiais criptográficos de produtos exclusivos) criada através de desenhos enviados por crianças vascaínas.

A ideia é resgatar uma das frases mais icônicas do vocabulário do clube: “enquanto houver um coração infantil, o Vasco será imortal”. O clube usará o apelo mirim para desenvolver peças digitais que serão colocadas à venda para o público em geral.

O projeto se dará em parceria com a BrasilNFT, empresa de tecnologia focada em soluções e novos negócios em blockchain. O objetivo, claro, é aumentar as receitas do clube , aliando a paixão de seus jovens torcedores e a força de investimento da torcida.

“Estar atento aos grandes movimentos e liderar processos de inovação sempre foi parte fundamental do DNA do Vasco. Com o promissor mercado NFT não poderia ser diferente, é a chance de continuar escrevendo a história em um mercado bilionário, gerando receita e consolidando o clube como referência não só esportiva, mas também cultural”, afirma Rogério Portugal, responsável pela área de novos negócios do clube cruzmaltino.

Os pais e responsáveis que tiverem interesse em enviar os desenhos de suas crianças, deverão fazê-los até o dia 25 de dezembro de 2021, não havendo limite de desenhos para serem enviados.

Fonte: Máquina do Esporte

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠