Sem Nenê, Fernando Diniz terá ‘teste de fogo’ no comando do Vasco nesta 6ª contra o CSA

Fernando Diniz terá hoje, às 21h30, contra o CSA, o maior teste de fogo de seu trabalho à frente do Vasco. O técnico é um dos responsáveis pela reação do time na Série B e a manutenção de chances de retorno à primeira divisão em 2022. Mas pela primeira vez desde que assumiu o cruz-maltino não terá à disposição o jogador que mais tem desequilibrado neste período: Nenê.

Marcelo Cabo e Lisca fracassaram na tentativa de colocar o Vasco no G4 sem o meia no elenco, e com dificuldades crônicas justamente na criação das jogadas. Nenê desembarcou na Colina com Diniz e, juntos, renovaram as esperanças de uma temporada com final feliz. Mas esta noite o treinador terá de encontrar soluções com os jogadores que não deram conta do recado com os técnicos anteriores.

— Nenê é um grande jogador, mas há jogadores trabalhando e esperando muito esse momento. Temos que trabalhar o máximo que puder, resolver os erros que cometemos contra o Náutico — afirmou Andrey.

O volante, recuperado fisicamente, está de volta ao time. A tendência é que entre na vaga do camisa 77, suspenso. Outra alternativa é Bruno Gomes sair para a volta de Andrey. Isso faria com que Marquinhos Gabriel fosse mantido como segundo homem no meio. Neste caso, Jabá é o favorito para ocupar a lacuna deixada por Nenê.

Morato, neste cenário, seria deslocado para o meio, com maiores funções de criação, em vez de jogar mais aberto pela direita. O camisa 10 já jogou assim outras vezes na temporada e não conseguiu ir bem.

Sob o comando de Fernando Diniz — e com Nenê em campo —, são quatro vitórias do Vasco, três empates e uma derrota. O treinador caiu nas graças da torcida devido a um estilo de jogo mais ofensivo, comparado aos trabalhos de Cabo e Lisca. O futebol do time chegou a ser considerado o mais bem jogado da competição. Entretanto, os problemas defensivos na bola aérea permanecem e freiam a arrancada esperada pela diretoria vascaína.

Nova chance

Se vencer o CSA, que também ainda alimenta esperanças de G4, o Vasco ficará a apenas três pontos do Goiás, quarto colocado. O Esmeraldino vive instabilidade, tanto que demitiu o técnico Marcelo Cabo a apenas seis jogos do fim da Série B.

Os resultados da rodada têm sido positivos para o Vasco até aqui. Além do empate entre Botafogo e Goiás, segundo e quarto colocado, o líder Coritiba ficou no 1 a 1 com o CRB, quinto lugar na Série B. Outro jogo importante, que envolve concorrente direto do Vasco por um lugar no G4, acontecerá também hoje, entre Avaí e Operário-PR. Os catarinenses estão em terceiro lugar, a seis pontos da equipe de Fernando Diniz.

O time da Colina conta com o fator torcida nesta reta final para buscar o sonhado acesso à elite. De acordo com a última atualização, já foram emitidos 8 mil ingressos, de uma carga total de 15 mil disponíveis para o confronto. Até o fim da Série B, serão mais três partidas em São Januário, contra Botafogo, Vitória e Remo.

Léo Matos, que poderia começar como titular esta noite, uma vez que Zeca não vem tendo boas atuações, teve de viajar para a Ucrânia para tratar de questões particulares. Sua chegada ao Brasil está prevista para a manhã de hoje. Dependendo do desgaste, pode aparecer ao menos no banco no jogo desta noite.

Fonte: Extra Online

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠