Ramon Menezes: ‘O Sá Pinto foi demitido e veio o Luxemburgo, que não era para ter vindo’

Ao podcast comandado pelo jornalista Fábio Azevedo, o técnico Ramon Menezes, demitido na gestão de Alexandre Campello durante momento de oscilação no Brasileirão do ano passado, deu declarações que duraram quase duas horas e ajudam a entender as escolhas da administração passada.

Ramon Menezes pensa que não deveria ter sido demitido, considera um equívoco a chegada de Luxemburgo na época, e traça paralelo com os três técnicos que o Vasco teve nesta Série B:

“O Sá Pinto foi demitido e veio o Luxemburgo, que não era para ter vindo. Era para vindo o Zé Ricardo. Agora veio mais três. Como profissional você tem que estar acostumado com a pressão, mas eu não esperava. Quando me chamaram, já estava tudo definido. Me comunicaram que era resultado, mas não era. O aproveitamento era positivo. Faltou convicção”.

Sobre a importância da convicção e do planejamento no trabalho contratado, Ramon destacou alguns trabalhos que vêm dando muito certo no Brasil:

“Olha o que o trabalho que o Fortaleza vem fazendo. Pega o Bragantino e o Ceará. Eles têm visão, planejamento e a manutenção do profissional, quanto tempo o Barbieri está lá?”.

Fonte: Papo Na Colina

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠