Lucão pode ser negociado pelo Vasco e Vanderlei deve deixar o clube

O Vasco renovou o contrato do goleiro Halls até dezembro de 2022. O vínculo anterior terminaria no fim deste ano. A negociação já tinha sido feita anteriormente, mas só foi publicada no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF na última quarta-feira. O jogador de 22 anos atuou em apenas um jogo pelo Cruz-Maltino. Isso aconteceu na derrota para o Remo, no primeiro turno da Série B, após Vanderlei ter sido expulso aos 24 minutos do segundo tempo.

A renovação de Halls foi feita de forma estratégica, já que o Vasco corre o risco de iniciar 2022 sem os dois principais goleiros do elenco. A começar por Vanderlei, que possui contrato até 31 de dezembro e não deve renovar. O veterano foi contratado para ser titular absoluto, mas perdeu a condição para Lucão, que corre o risco de ser negociado na próxima janela de inverno da Europa, que se inicia em janeiro do ano que vem.

Cria de São Januário, Lucão soma diversas convocações para as seleções brasileiras de base, despertando o interesse de clubes do exterior desde muito novo. Neste ano, além de estar no grupo que conquistou o ouro olímpico no Japão, o goleiro de 20 anos se tornou titular do Vasco. Ao todo, já disputou 27 partidas pelo time profissional.

O Vasco já recebeu algumas sondagens por Lucão e espera que essas consultas evoluem para propostas. O clube vive grave crise financeira e por isso trabalha com o lema de que “todo jogador está à venda”. O goleiro tem contrato com o Cruz-Maltino até 31 de dezembro de 2023.

Além de Halls e Lucão, o Vasco tem contrato para a próxima temporada com os goleiros Alexander (30 de setembro), Fintelman (31 de dezembro) e Fernando Miguel, que está emprestado ao Atlético-GO até o fim da Série A, e possui vínculo com o Cruz-Maltino até 31 de dezembro de 2022.

Fonte: Jogada 10

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠