Vasco estaria trabalhando com 3 nomes para CEO de futebol: Alexandre Mattos, Eduardo Freeland e Jorge Macedo

Lucas Pedrosa @pedrosa
⚠️ Atualização do possível novo departamento de futebol do Vasco: o clube trabalha com três nomes para CEO de futebol, em ordem: Alexandre Mattos, Eduardo Freeland (Botafogo) e Jorge Macedo (Ceará). Até o começo da noite de ontem Mattos, com quem falei, não tinha recebido ( )

nenhum contato por parte do Vasco e, quando questionei sobre o que pensa de um possível convite, ele disse que só poderia falar após conhecer o projeto e as ideias que a diretoria tem para oferecer. Os outros dois nomes para CEO ficam como opções a princípio. (+)

A base de apoio de Jorge Salgado, que cobrou o presidente para que a estrutura do futebol seja profissionalizada, quer uma mudança urgente e defende o organograma divulgado em campanha. É o pessoal que apoiou o presidente nas eleições e quer uma reformulação profissional. ( )

Carlos Osório, 1° VP geral, também é a favor da profissionalização e é um dos principais entusiastas para Pedrinho ser o novo diretor técnico do Vasco. Entretanto, sem uma linha clara de raciocínio e um projeto concreto, dificilmente o ídolo e comentarista aceitará um convite.

Entretanto, como trazido inicialmente por @gilmarferreira, Carlos Leite está trabalhando internamente sondando o mercado para formar o novo departamento, inclusive já tendo feito contatos com Dorival Jr., técnico que tem ótima relação com o empresário. Mas não para por aí. (+)

Há ainda os tradicionais da política ligados ao Salgado. Entendem que um diretor “estrela” não é o ideal pois o futebol deve ser feito sem alarde e com pulso firme. Internamente há quem siga tb essa ideia, mas pelo lado financeiro de não gastar rios com um profissional valorizado

Ontem o @ge_vasco informou sobre o nome de Eduardo Freeland ser uma das opções e, como disse, é mesmo.

Fonte: Twitter do jornalista Lucas Pedrosa

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠