Juniores: Gols na Copa São Paulo fazem Figueiredo entrar no radar de Zé Ricardo

Enquanto o Vasco sofre para encontrar um centroavante no mercado, Figueiredo tem feito um gol atrás de outro na Copinha. Ele é o atual artilheiro da competição, com sete gols (assista a todos no vídeo acima), e deve brigar por espaço no ataque do time de Zé Ricardo. O atacante está no radar da comissão técnica e foi citado pelo treinador em coletiva.

O atacante de 20 anos – ou seja, no último ano com possibilidade de jogar a Copinha – é o principal destaque do Vasco na competição. Ele se reinventou – vem jogando como centroavante – e fez gol em todos os quatro jogos disputados pela equipe até aqui.

• Vasco 5 x 1 Lagarto – ⚽⚽
• Vasco 12 x 0 Rio Claro – ⚽⚽⚽
• Vasco 2 x 1 Ska – ⚽
• Vasco 4 x 0 Joinville – ⚽

Se marcar mais duas vezes, Figueiredo igualará Jardel (1993) e Tiago Reis (2019), que são os dois maiores artilheiros do Vasco em uma só edição da Copinha, ambos com nove gols. Acima dele neste ranking, além da dupla, está apenas Valdir Bigode, que no título de 1992 fez oito gols com a camisa vascaína. O levantamento foi feito pelo jornalista André Schmidt, do “Blog do Garone”.

“Só tenho que agradecer a Deus por essa oportunidade, é sempre bom estar marcando”, disse ele depois de fazer o gol da classificação na vitória sobre o Ska.

O bom início de ano serve para levantar a moral de Figueiredo, que não fez bons jogos pelo time de cima na temporada passada e por muitas vezes foi criticado. Em 2021, seu primeiro ano como profissional, o atacante disputou 29 jogos entre Campeonato Carioca, Copa do Brasil e Série B do Brasileirão. E não fez gol.

Zé Ricardo observa

Os gols de Figueiredo na Copinha aparecem justamente no momento em que o Vasco encontra dificuldades para contratar um centroavante. Apesar dos 11 reforços anunciados até o momento (incluindo Raniel, que ganhou a camisa 9), o clube ainda busca um jogador para suprir a transferência de Germán Cano para o Fluminense.

Em coletiva nesta quinta, Carlos Brazil, gerente geral de Futebol do Vasco, deu um panorama sobre o esforço do clube no mercado e deu a entender que não há negociações adiantadas com ninguém para a posição depois das conversas frustradas por Luis Amarilla, do Vélez Sarsfield.

– Vamos trazer um atacante que a gente entenda que possa resolver. Outros jogadores foram consultados, mas estamos muito tranquilos. Na hora certa vai aparecer um jogador que queira jogar num clube gigante como o Vasco – declarou o dirigente.

O ge apurou que Zé Ricardo e sua comissão técnica têm assistido a todos os jogos do Vasco na Copinha justamente para pinçar soluções caseiras para um elenco que ainda tem deficiências. No ataque, Figueiredo e Vinícius, que terminaram 2021 em baixa depois de serem aproveitados no profissional, têm grandes chances de receber uma segunda chance. Uma diferença pode explicar o sucesso. No ano passado, Figueiredo geralmente foi escalado pela lado esquerdo do ataque. Foi assim com Marcelo Cabo e Lisca. Na Copinha tem jogado como centroavante e provou ter faro de gols.

Há, porém, cautela quanto ao aproveitamento da garotada. O clube não quer depositar toda esperança nos mais jovens e queimar etapas, como fez algumas vezes no passado.

Carlos Brazil também citou na coletiva outros nomes de jogadores da Copinha que devem ser aproveitados por Zé Ricardo, como os dos zagueiros Zé Vitor e Pimentel e do volante Andrey – os dois últimos fizeram gol na vitória sobre o Joinville nesta quinta.

Fonte: ge

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠