Vasco lança colecionáveis digitais da Série B 2022

O Vasco está lançando mais uma linha de colecionáveis digitais em sua plataforma oficial ( https://vasco.tibs.app ) e, desta vez, a coleção será dedicada aos jogos do Campeonato Brasileiro 2022. Durante anos o clube comercializou moedas oficiais e colecionáveis em todos os jogos disputados em casa – coleção que acabou em 2020 por conta da pandemia. Buscando reviver e modernizar essa tradição, o CRVG lança as Moedas Colecionáveis do Campeonato Brasileiro 2022 em NFT.

A moeda colecionável da primeira rodada do Brasileiro 2022 estará disponível na plataforma a partir de hoje, dia 8 de abril. A cada rodada em que o Vasco jogar em casa, será liberada uma nova moeda para o torcedor adquirir no site e ir completando a sua coleção. Nos clássicos contra Cruzeiro, Bahia, Grêmio e Sport serão lançados também colecionáveis raros para os jogos dentro e fora de casa. Ao longo do campeonato, os torcedores que completarem a coleção terão recompensas surpresas.

Todos os colecionáveis ficarão disponíveis na plataforma por 5 dias. As vendas abrirão dois dias antes do dia do jogo e fecharão dois dias depois. As moedas comuns serão vendidas por um valor de R$15,00 e as raras por R$50,00.

“O sucesso da parceria entre a Block4 e o Vasco da Gama está trazendo cada vez mais benefícios para os torcedores. Teremos ainda muitas novidades pela frente para explorar cada vez mais as possibilidades da tecnologia aliada ao sentimento do torcedor. Inclusive surpresas, como o desconto exclusivo para quem completou a coleção do Carioca”, afirma Thiago Canellas, CEO da Block4.

Para Júlia Fernandes, coordenadora de marketing digital do clube tradição e tecnologia podem andar lado a lado:

“Toda transição é difícil, mas acreditamos que reviver uma tradição tão legal quanto as moedas colecionáveis de jogos em São Januário é o jeito mais fácil de ajudarmos o torcedor a se adaptar as novas tecnologias disponíveis nos dias de hoje. Esse é mais um projeto que mostra que o Vasco segue no caminho certo na transição tecnológica do clube.”

Mais uma vez, conclui-se que os colecionáveis digitais transitam entre hábitos do passado e a tecnologia atual, e o Vasco da Gama segue ajustando suas ações tradicionais as tecnologias dos dias atuais.

Abaixo algumas questões sobre o lançamento dos Colecionáveis digitais:

O que são NFTs e colecionáveis digitais?

NFT significa Non-Fungible Token. O NFT tem um certificado de propriedade e originalidade na blockchain — dessa forma, o dono de um NFT possui um ativo digital e também a prova de sua propriedade.

A NFT pode ser entendida como um colecionável digital, e o termo se aplica a coleção de ingressos digitais do Vasco por reunir um conjunto de itens colecionáveis com registro em blockchain disponíveis em uma plataforma digital.

Como comprar as moedas colecionáveis?

As moedas colecionáveis do Vasco poderão ser adquiridas na plataforma digital https://vasco.tibs.app no valor de R$15,00. Assim como em uma loja digital, você irá clicar em comprar o item desejado e efetuar o pagamento.

Ao adquirir o item, você passa a ter acesso a todo esse conteúdo, tendo um certificado garantindo a originalidade e propriedade do item digital. Isso permite a criação de ações exclusivas de engajamento com quem, por exemplo, tiver as coleções completas.

Os NFTs utilizam tecnologia blockchain, o que possibilita a verificação de sua propriedade de forma independente e descentralizada. Para você, isso significa que poderá usá-los em qualquer aplicação (jogos, sites, plataformas, aplicativos, etc.) que, no futuro, seja compatível com as propriedades do NFT.

Por que comprar um item colecionável digital do Vasco?

Ao adquirir um item colecionável digital, você pode fazer o que desejar com ele. Experimentar todo o conteúdo exclusivo disponível em cada NFT, montar diferentes coleções, compartilhá-lo nas redes sociais ou deixá-lo guardado. Futuramente, poderá presentear um parente ou amigo e até mesmo oferecer no mercado secundário para venda.

O conteúdo pode até ser copiado e compartilhado com outros, mas assim como uma obra de arte, por exemplo, um item digital copiado ou “printado” não tem o valor do original. A cópia do conteúdo de um NFT não dá acesso ao ecossistema de aplicações e as oportunidades de engajamento do original.

Com o mercado de colecionáveis digitais certificados, será possível ter acesso à nossa história de uma forma diferente, com mais conteúdo e interação, além de compartilhar essa experiência com outros torcedores.

Fonte: Site oficial do Vasco