Novo auxiliar-técnico do Vasco, João Correia estagiou com José Mourinho e Ernesto Valverde

– O Vasco tem buscado para sua comissão o que ele tem de melhor.

A declaração de Maurício Souza se refere à contratação de João Eduardo Correia, auxiliar técnico anunciado pelo Vasco nesta semana. O português, de 28 anos, não conhecia o treinador, mas chega ao clube com aval para ser seu braço direito. Ele não foi indicação do novo comandante, mas tem boas referências e já estava radar do gerente de futebol Carlos Brazil há algum tempo.

João Eduardo é novo, mas tem no currículo estágios em clubes importantes, como Manchester United e Barcelona, treinados à época por José Mourinho e Ernesto Valverde. Ele chegou ao Brasil pelas mãos de Alberto Valentim, que o indicou ao Cuiabá, seu primeiro clube no país.

Foi no time de Mato Grosso que João Eduardo conheceu Jorginho, treinador do Atlético-GO, com passagens pelo Vasco como técnico e jogador. Foi por pessoas ligadas ao ex-lateral que Carlos Brazil ouviu o nome do auxiliar pela primeira vez e o manteve em seu radar. A saída de Cléber dos Santos, auxiliar de Zé Ricardo, abriu brecha para a chegada do português ao clube de São Januário.

– O convite não veio diretamente do Maurício Souza, pois eu não o conhecia. Havia o interesse do Vasco da Gama em contar comigo e, desta vez, surgiu realmente a oportunidade para juntar-me na posição que queria: auxiliar técnico – disse João Eduardo ao jornal português “A Bola”.

Após os elogios de Jorginho, que o considera “muito bom profissional”, e conversas com o próprio João Eduardo, Carlos Brazil buscou novas referências em relação ao profissional. Conversou com a equipe de Alberto Valentim e gostou do que ouviu. Foi Valentim que trouxe o português para o futebol brasileiro, quando estava no Cuiabá.

– Quem me abriu as portas no Brasil foi o Alberto Valentim, ao me levar para o Cuiabá. Serei sempre grato ao que ele fez por mim. Ir do Olivais e Moscavide para o Brasileirão me permitiu ter contato com outra realidade… Desde que saí do Cuiabá, surgiu o interesse de vários clubes brasileiros, mas nenhuma proposta foi de encontro ao que queria e ao que o Vasco me apresentou. Tinha a convicção de que poderia chegar a um grande do Brasil e como auxiliar, felizmente essa oportunidade chegou agora – contou João ao diário português.

No Rio de Janeiro, João Eduardo terá a grande chance da carreira, como também é o caso de Maurício Souza, que no Vasco dá o pontapé inicial como treinador efetivado de uma equipe profissional. Apesar de não se conhecerem antes do interesse vascaíno, o comandante deu voto de confiança ao auxiliar que o acompanhará na missão.

– O Vasco tem buscado para sua comissão o que ele tem de melhor. Tive conversas por zoom com ele. É um profissional capacitadíssimo. Tinha interesse do clube, o meu aval e tenho certeza de que ele será muito feliz aqui – afirmou Maurício Souza em sua apresentação.

Se tem a confiança do novo treinador, João Eduardo também encontrou um rosto conhecido no CT Moacyr Barbosa. No Cuiabá, o auxiliar trabalhou com Anderson Conceição, capitão do Vasco. O zagueiro também foi consultado pelo departamento de futebol sobre a contratação.

– Foi a primeira experiência dele no Brasil. Gostei muito, ótimas ideias, um cara que estuda muito, apesar de ser novo. Tem ótimas coisas para agregar, muito profissional, vai chegar para somar com a nossa comissão fixa, que é muito boa também. É um cara tranquilo e muito bom profissional – disse Anderson Conceição ao ge.

Estagiário de Mourinho e Valverde

Aos 28 anos, João Eduardo tem experiências na Europa e na Ásia, com estágios em grandes clubes do futebol mundial. O novo auxiliar do Vasco passou um período com José Mourinho no Manchester United, em 2018, e no ano seguinte foi estagiário de Ernesto Valverde, no Barcelona.

João Eduardo ainda atuou como treinador principal em equipes de menor expressão em Portugal, como Olivais e Moscavide e a Associação Desportiva de Oeiras. Uma experiência mais relevante à beira do gramado foi no Benfica, mas na academia de futebol do time na China.

O auxiliar técnico é formado em Ciências do Esporte pela Faculdade de Motricidade Humana, em Lisboa, e tem licença B da Uefa, entidade máxima do futebol europeu.

Fonte: ge