Campeão do mundo em 2010 pela Espanha, meia Cesc Fàbregas, ex-Barcelona, teria sido oferecido à 777 Partners

Com a chegada da 777, o Vasco deve mudar de prateleira no mercado da bola. O clube passará a ter dinheiro para investir no futebol e a tendência é montar um time competitivo a partir de 2023. A companhia norte-americana promete gastar pesado no clube – Josh Wander chegou a dizer no último clássico contra o Flamengo que seria a última vez que o Gigante da Colina teria uma folha salarial mais baixa que o rival.

Diante deste cenário, os empresários começam a enxergar o Cruzmaltino de outra forma. Alguns agentes que não ofereciam atletas importantes para o Vasco começam a procurar o clube. A tendência é que o Gigante da Colina seja muito requisitado a partir de agora.

Nesta semana, foi oferecido um jogador bastante gabaritado para a 777 e que mostra novos tempos para o Vasco. Ex-Barcelona e campeão mundial pela Espanha em 2010, Cesc Fàbregas foi ofertado por empresários para a companhia norte-americana avaliar. O contrato com o Mônaco acabou e o meia está livre no mercado para fechar com qualquer clube do planeta; Fàbregas está aberto para atuar no futebol brasileiro.

Vale ressaltar que o atleta não faz o perfil buscado pela 777 por já ter 35 anos de idade, mas a companhia vai analisar a possibilidade por se tratar de um jogador acima da média no futebol. Ainda não há nenhuma negociação em curso, já que a empresa só quer fechar este tipo de contratação, quando “tiver na cadeira” e dirigindo o Vasco de vez.

777 não foi a única procurada no Brasil

Além do Vasco, o europeu foi oferecido para outros clubes brasileiros – o Botafogo foi um deles, mas Jonh Textor recusou por conta da idade e por se tratar de um jogador com histórico de lesões.

Fonte: Vascaino.net