Há 65 anos, Vasco goleava o Barcelona por 7 a 2

memoriavascaina

23/06/1957 – UNA FABULOSA MÁQUINA FUTBOLÍSTICA

VASCO 7
Barcelona 2

A equipe: Carlos Alberto, Dario e Viana; Laerte (3), Orlando e Ortunho; Sabará, Livinho, Vavá (2) (Wilson Moreira (2)), Válter (1) e Pinga. Téc. Martin Francisco.

#MemoVas
#almanaquedovasco
Acervo Essência Vascaína

Fonte: Instagram Memória Vasco

EstudeVasco @EstudeVasco
23/06/1957 – Barcelona 2 x 7 VASCO

Há 65 anos, o Vasco deu um verdadeiro espetáculo e impôs a maior derrota já sofrida em casa pelos culês em jogos internacionais.

Mais sobre a partida ⬇️

O Barcelona era um time bem forte e vivia excelente fase. Uma semana antes, este mesmo time havia conquistado de forma invicta a Taça da Espanha. E algumas semanas depois conquistaria o título invicto da Pequena Taça do Mundo contra o Botafogo de Didi e Garrincha.

Os torcedores culés acreditavam que seu time era favorito, mesmo enfrentando o esquadrão que bateu o campeão europeu. A justificativa era de que nos últimos jogos da temporada, o Barcelona vinha jogando melhor que o próprio Real Madrid.

Para a partida contra o Vasco, o ídolo barcelonista Kubala não pôde atuar por questões físicas, mas em seu lugar jogou o craque brasileiro Evaristo de Macedo, recém chegado ao clube catalão.

A partida foi tratada como uma das mais importantes do ano.

Após uma partida coletiva perfeita, o Vasco massacrou os donos da casa por 7 a 2, gols de Laerte (3), Vavá (2), Válter e Wilson Moreira.

O time vascaíno foi tão perfeito, que jogadores e torcedores do time catalão afirmaram que nenhum time do mundo venceria o Vasco naquele dia.

Após o jogo, o Vasco recebeu uma proposta do próprio Barcelona pelo técnico Martim Francisco. As negociações com o Barça acabaram não evoluindo, ainda assim Martim foi para a Espanha em 1958, mas para treinar o bom time do Athletic de Bilbao.

Esta é a maior goleada já sofrida pelo Barcelona em jogos internacionais na sua casa até os dias de hoje.

Contando com confrontos nacionais, esta é a 2ª maior derrota que os culés já sofreram em sua casa. A maior foi em 1945, quando o Athletic Bilbao goleou o Barça por 6 a 0 no mesmo Les Corts.

Os jornais da época atestam que o Vasco foi tido como uma verdadeira potência mundial. Muitos europeus, inclusive, chegaram à conclusão de que aquele era o melhor time do mundo.

Os espanhóis cravaram que se a seleção brasileira jogasse como o Vasco, já seria campeã do mundo.

O Mundo Deportivo da Espanha aponta que o Vasco foi ovacionado pela torcida barcelonista no Les Corts.

FICHA
Vasco: Carlos Alberto; Dario e Viana; Laerte, Orlando e Ortunho; Sabará, Livinho, Vavá (Wilson M.), Válter e Pinga. T: Martim Francisco.
Barcelona: Ramallets; Olivella, Brugue; Segarra, Verges e Flotats; Basora, Villaverde, Martínez, Evaristo e Hermes Gonzalez. T: Balmanya.

Esta foi a maior goleada sofrida pelo Barcelona em jogos internacionais até 2020, quando tomou 8 a 2 do Bayern.

Obrigado @ScoutCRVG pela lembrança! 👊

Curiosidade:

Ramallets – considerado um dos melhores goleiros da história do futebol espanhol – também era o goleiro da Espanha que tomou 6 a 1 do Brasil na Copa de 50. Naquele jogo, todos os gols brasileiros tiveram participação direta de jogadores do Vasco.

Fonte: Twitter EstudeVasco