Thiago Rodrigues defende Maurício Souza após empate entre Vasco e Ituano

O empate com o Ituano, na noite da última terça-feira, causou insatisfação em boa parte da torcida do Vasco que esteve em São Januário. Em muitos momentos, vascaínos entoaram gritos contra o treinador Maurício Souza, que ganhou o apoio dos jogadores ao fim da partida. O goleiro Thiago Rodrigues, um dos nomes mais respeitados desse elenco, reconheceu a legitimidade das críticas, mas defendeu o trabalho do comandante.

– Nenhuma equipe no Brasil tem o apoio como o da nossa torcida. Ela tem todo direito de cobrar. Para jogar e trabalhar no Vasco, temos que estar prontos para cobrança. E quando você cria essa expectativa de estar em segundo lugar, com 14 jogos, sem perder e sem levar gols, você gera uma expectativa muito grande no nosso torcedor e isso gera uma pressão – afirmou o goleiro após o empate em 1 a 1, que completou:

– O Maurício tem o nosso apoio, tem o grupo nas mãos, é natural passar por algumas situações adversas e temos que saber passar por essa agora.

O aproveitamento de Maurício Souza no Vasco é de 52,3%. Nos sete jogos à frente do time, o treinador sofreu com lesões e suspensões, que afastaram 10 jogadores dos gramados e o obrigou a rodar o elenco, com 29 atletas utilizados. Diante do Ituano, o técnico, com poucas opções no banco de reservas, optou por mandar a campo no segundo tempo dois garotos da base, de 17 e 18 anos.

Dentro dessa realidade, Maurício tem tentado implementar sua filosofia de jogo, com um Vasco um pouco mais propositivo e que valoriza a posse de bola. Thiago Rodrigues acredita que o time está se encaixando na proposta do treinador e vê com normalidade a oscilação.

– Está muito bem entendido o que ele tem nos passado. Sabemos que tem uma certa dificuldade de colocar em prática. A teoria é uma coisa e a prática é outra. O Vasco, além de ser a maior equipe dentro da competição, vai sofrer contra times menores em casa porque eles vêm para jogar a vida deles aqui. Acho que é equilíbrio. O Maurício tem o time na mão e tem feito o trabalho dele. Agora vamos ter uma boa sequência de grandes jogos. Vamos buscar o equilíbrio para melhorar nessa sequência.

– A torcida tem razão de cobrar porque eles também fazem a parte deles apoiando a gente. A gente ficou quase 14 jogos vindo de bons resultados, e dentro de uma Série B há oscilações. Temos que saber administrar um momento como esse. Temos que passar por esse período de ventania e logo mais vem abundância – afirmou o goleiro.

Na certeza de que o momento de oscilação vai passar e o Vasco retomará a regularidade que apresentou em boa parte desta Série B, Thiago Rodrigues vira a chave para o próximo compromisso do time, às 16h30 de sábado, no Serra Dourada, contra o Vila Nova. O elenco treina no Rio de Janeiro de quarta a sexta-feira, quando viaja para Goiânia no fim da tarde. Veja abaixo mais declarações do goleiro:

Vaias a Gabriel Pec e Edimar

– Eu já falei com eles. São duas peças importantes, que têm nos ajudado muito. Pec e Figueiredo nos ajudaram muito nos jogos sem gols. Jogar contra times na retranca, que se trancam na posição deles, até falei que o Pec estava numa posição ingrata, em que passa por um e já tem dois em cima. É dar moral para eles e levantar o ânimo porque tem mais um turno pela frente de uma Série B tão forte.

Defesa caiu de rendimento?

– Acho que a defesa continua sendo o ponto forte. São 38 jogos, Série B é maçante. Time sabe que quando sobe a régua as cobranças vêm no mesmo nível. Depois desses 14 jogos falei que viriam momentos ruins e de instabilidade e temos que saber passar por isso. Temos que tentar melhorar a cada dia e evoluir. Vamos sofrer um pouco, mas o equilíbrio é importante.

Contratação de Alex Teixeira

– Ânimo total, recebemos ele de braços abertos, é cria da casa, conhece o clube e já jogou Série B. É um grande reforço pra gente. É nível para a Série A, um que poucos clubes vão ter e vai nos ajudar bastante nessa sequência.

Fonte: ge