Salgado também adiantou dinheiro para o pagamento de parcelas em atraso do direito de imagem dos jogadores

O Vasco quitou, com o dinheiro do presidente Jorge Salgado, a dívida de R$ 1,4 milhão que tinha com o técnico Ricardo Sá Pinto.

O português recorreu à Fifa para receber o pagamento de salários e verbas rescisórias referentes aos três meses em que trabalhou no clube em 2020.

A quitação ocorreu na sexta-feira e o clube agora aguarda a liberação da entidade para inscrever o atacante Alex Teixeira, recontratado após 12 anos no exterior.

Pessoas próximas a Sá Pinto contam que ele teve de contratar renomado escritório de advocacia na Itália para receber a dívida através da entidade máxima, na Suíça.

O clube, que aguarda o aval dos sócios para a assinatura de venda da SAF Vasco à americana 777 Partners, segue em dificuldades financeiras.

Aliás, vieram da mesma fonte os recursos que na semana passada cobriram dívidas referentes a parcelas em atraso no contratos de imagem de alguns jogadores.

No balanço financeiro do Vasco divulgado em abril deste ano, a dívida do clube com seu presidente e grande benemérito foi avaliada em R$ 26 milhões.

O dirigente aparece também como avalista em operações para a tomada de empréstimos bancários.

Fonte: Blog Futebol, coisa & tal… – Extra