Com mais 13 jogos pela frente, Vasco tenta driblar a ansiedade pelo acesso

A 13 rodadas do fim da Série B do Brasileirão, mesmo depois da derrota por 2 a 0 para o CSA em Maceió, o Vasco ainda encontra-se em situação confortável na tabela: está a seis pontos de distância do quinto colocado. Mas a sequência recente de resultados liga o alerta.

De acordo com os cálculos do site “InfoBola”, do matemático Tristão Garcia, o Vasco tem no momento 65% de chances de acesso. A conta leva em consideração os próximos adversários, o mando de campo e o histórico na competição.

Emílio Faro, comandante interino da equipe, comentou a situação na coletiva depois da partida no Rei Pelé. Para ele, a luta do Vasco na competição é contra a ansiedade.

– A gente não vai ter o nosso acesso condensado nas cinco próximas partidas. Nós temos um acesso a ser realizado nas próximas 13 partidas. Eu sempre tenho me pautado na situação. Não podemos ter ansiedade. A ansiedade não pode ser o nosso inimigo – disse ele.

“A gente vai ter o acesso, mas dentro de uma sequência de 13 jogos. E não em uma sequência de cinco jogos”, completou.

O Vasco está se garantindo na gordura construída no início do campeonato, quando chegou a ficar 14 rodadas sem perder – a primeira derrota aconteceu apenas na 15ª, para o Novorizontino. Daí em diante, no entanto, o time entrou numa sequência ruim de resultados da qual não consegue sair.

Nos últimos 11 jogos, o Vasco venceu três, empatou três e perdeu cinco. Conquistou apenas 12 dos 33 pontos possíveis, um aproveitamento (33,3%) de time rebaixado: o Operário, 17º colocado, tem os mesmos 33,3% no campeonato todo; Remo e Vitória, que caíram no ano passado, terminaram a competição com 37% e 35%, respectivamente.

O Vasco tem os seguintes jogos pela frente na Série B:

Bahia (fora)
Guarani (casa)
Brusque (fora)
Grêmio (fora)
Náutico (casa)
Cruzeiro (fora)
Londrina (casa)
Operário (fora)
Novorizontino (casa)
Sport (fora)
Criciúma (casa)
Sampaio Corrêa (casa)
Ituano (fora)

Ao mesmo tempo em que conta com a sorte pelo fato de que os times embaixo também estão tropeçando, o Vasco desperdiça chances e chances de abrir distância para o quinto colocado e encaminhar um fim de Série B tranquilo.

A nível hipotético de comparação: se vencesse os jogos em casa dentro dessa sequência negativa recente, a equipe seria vice-líder da Série B com certo conforto, 12 pontos longe do Tombense, que está em quinto.

Agora o Vasco terá um período longo sem compromissos e só volta a campo no domingo da semana que vem para enfrentar o Bahia, em Salvador, pela 26ª rodada da competição.

Fonte: ge