Band compra os direitos do Estadual até 2025 por R$ 50 milhões; Vasco e Botafogo estão fora do acordo

NewsColina @newscolina
A Band acertou os direitos de transmissão do Campeonato Carioca. Vasco e Botafogo não estão incluídos no pacote.

Flamengo receberá R$ 20 milhões, enquanto o Fluminense receberá R$ 14 milhões.

O Vasco poderá negociar com outras emissoras.

🗞️ @bielvaquer

Fonte: Twitter NewsColina

O Almirante @OAlmirante_
Band comprou os direitos do Carioca até 2025 por 50 milhões anual.

Flamengo: R$20 milhões
Fluminense: R$14 milhões
Clubes pequenos: R$ 2 milhões cada.

Vasco e Botafogo não fecharam acordo.

Fonte: Twitter O Almirante

Fluminense tira proveito do racha entre os clubes e garante R$ 6 milhões a mais na venda dos direitos de transmissão do Cariocão 2023

Flamengo e Fluminense fecharam o acordo para a venda dos direitos de transmissão de seus doze jogos do Estadual de 2023.

Os rubro-negros receberão R$ 21 milhões e os tricolores, R$ 15 milhões.

O bloco com os oito chamados pequenos clubes terá direito a R$ 16 milhões.

O dinheiro é o mínimo garantido pago pela Brax Sports Asset pelo pacote de 26 jogos a ser negociado com TVs aberta e fechada e pay-per-view (PPV).

O valor arrecadado pelo projeto comercial que ultrapassar o montante comprometido no mínimo garantido será rateado entre os clubes.

Como já se sabe, Vasco e Botafogo não aceitaram os R$ 9 milhões antes oferecidos ao Fluminense, e abriram caminho para os tricolores receberem mais.

O racha foi tido nos bastidores da Federação de Futebol (Ferj) como vitória do presidente do Fluminense, Mário Bittencourt.

Astuto, o tricolor acenou primeiramente com postura semelhante ao da dupla Botafogo e Vasco: não aceitaria receber valor 50% do oferecido ao Flamengo.

Mas não se pronunciou de forma oficial.

Esperou que os executivos das SAF’s rompessem o acordo com a Ferj e acabou ficando com fatia maior do dinheiro separado para divisão entre os grandes.

A agência da Ferj tem negociações muito bem encaminhadas com o Grupo Band para a transmissão das partidas em TV aberta.

A tendência é que a emissora disponibilize os jogos em rede nacional, para todas as praças.

O pacote poderá chegar a 31 partidas, dependendo, é claro, da configuração das semifinais e finais.

E embora tenha os direitos, a Brax Sports não prevê a transmissão em PPV este ano.

O modelo deverá abrigar apenas os jogos com mando de campo da dupla Botafogo e Vasco.

Os dois clubes já foram procurados por empresas especializadas e estudam um modelo comercial que viabilize o custo.

De antemão, sabem que não chegarão aos R$ 9 milhões oferecidos no início das negociações com a Brax / Ferj.

Fonte: Blog Futebol, Coisa & Tal – Extra