Pedrinho diz que a SAF está quebrada e revela que dívida com Payet é de março

Pedrinho participa de entrevista na Câmara de Vereadores — Foto: Reprodução

Câmara dos Vereadores do Rio de Janeiro aprovou no fim da tarde desta terça-feira o Projeto de Lei pela reforma e transferência do potencial construtivo do estádio de São Januário. Após a sessão, o presidente do Vasco, Pedrinho, tratou de questões administrativas do clube e da SAF.

O ex-jogador disse, em entrevista coletiva, que as luvas de negociação de jogadores estão atrasadas desde o ano passado e revelou que o camisa 10 do Vasco, Dimitri Payet, ainda não recebeu pagamentos referentes ao mês de março.

— Falem a verdade sobre o Vasco. A SAF está quebrada. Tem gente preocupada com aporte. A SAF está quebrada, e eu já sabia que isso aconteceria, por isso entrei com a liminar. Minha relação com o Payet é ótima. A dívida com Payet é de março, não fui eu quem fiz. A SAF foi criada justamente para dar estabilidade por meio de uma empresa que seja saudável financeiramente e que passa saúde financeira pro clube. Isso não aconteceu — disse Pedrinho, que completou:

As luvas estão atrasadas desde o ano passado. Já estamos estruturando financeiramente o clube. Honrando com salários em dia. Vamos fazer isso até o fim do ano. Estou levando responsabilidade.

Ao ser perguntado se Payet estava insatisfeito no clube, Pedrinho negou.

— O Payet nunca teve um pingo de problema. Muito pelo contrário. A relação é ótima. Identificamos a questão das dívidas, não só com ele, mas com outros empresários. Algumas luvas já consegui pagar.

Pedrinho disse que mapeou os clubes e empresários que o Vasco têm dívida desde a SAF para começar a fazer os pagamentos. Além disso, o presidente afirmou que o mercado internacional está seguro com o clube.

— Hoje, o mercado está seguro. Nós mapeamos todo o cenário de atraso de luvas e comissões para começarmos a pagar todo mundo que devemos. Não se preocupem com Pedrinho ou 777. Se preocupem com o Vasco.

Fonte: ge

Notícia anteriorReforma de São Januário: PL do potencial construtivo do estádio do Vasco é aprovado na Câmara
Próxima NotíciaPedrinho: ‘Nós desejamos começar as obras em dezembro. A venda do potencial está encaminhada’