Empresário de Wendel não descarta acordo judicial com Vasco

Wendel - Treino do Vasco em Brasília (Foto: Cleber Mendes/ LANCE!Press)

 

O empresário e advogado de Wendel, Marcus Vinicius Miranda Fernandes, após vencer na Justiça e conseguir rescindir o contrato do volante com o Vasco, afirma que está aberto a um acordo judicial com o clube para quitar valores, mas se tudo for dentro de possibilidades reais. Além disso, o agente também criticou a postura do diretor executivo de futebol, Rodrigo Caetano, durante o caso.

Marcus revelou que, quando soube que o Wendel não fazia parte dos planos para esta temporada, sugeriu que a diretoria vascaína realizasse um empréstimo, o que acabou não acontecendo.

– Wendel estava de lado no Vasco. Deviam alguns valores para ele. Trabalhamos em cima disso (valores atrasados). Fiz uma notificação para o Vasco pagar o que devia. Legalmente, o Vasco tem de pagar o valor remanescente do contrato (o vínculo de Wendel iria até junho de 2015), mas estamos abertos a uma proposta. Mas uma proposta real, não pode ser nada absurdo – disse o empresário, que completou:

– Fizemos uma reunião e Rodrigo Caetano disse apenas que ele não seria aproveitado. Cheguei a sugerir um empréstimo com outro clube pagando parte do salário. Com toda essa situação, o Rodrigo Caetano ficou inerte e o (Cristiano) Koehler (diretor geral do Vasco) foi quem tratou comigo.

Wendel foi apresentado oficialmente pelo Sport no último fim de semana. Segundo o agente, ele ainda tinha mais uma proposta de um clube da Série A do Brasil e da China, mas preferiu o clube do Recife.

– Wendel está muito feliz. Ele tinha mais uma proposta de um clube brasileiro da Série A e uma da China. A China, o que pesou, foi a distância da família mesmo. Ele teve boas referências do Sport e está muito motivado para jogar bem – garantiu.

O volante acionou o Cruz-Maltino na Justiça na última sexta-feira. Na ação, o jogador cobra alguns valores atrasados, como quatro parcelas de luvas, mais de 10 meses de direito de imagem e quatro meses de salário (dezembro, janeiro, 13º e férias).

Wendel chegou a São Januário no segundo semestre de 2012, mas não teve uma passagem de grande destaque no Cruz-Maltino. Após um bom começo, quando chegou a ser utilizado improvisado na lateral esquerda, acabou caindo de rendimento. No segundo semestre do ano passado, mesmo com as mudanças de treinador, foi pouco utilizado.

Fonte: LANCENET!

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠