Disputado, Edmundo estuda cenário das eleições do Vasco: 'Quero ajudar'

Ídolo do Vasco, a proximidade de Edmundo com o clube de São Januário não teve fim com a despedida dos gramados em 2008 ou a partida amistosa do início de 2012. Seja como comentarista de televisão ou nos estudos de administração esportiva, o time de coração do ex-jogador faz parte de sua rotina. Nas eleições vascaínas de 2014, que seguem sem data definida pelo presidente da Assembleia Geral, Olavo Monteiro de Carvalho, o Animal pode ser um ponto de desequilíbrio no pleito. Não à toa ele já foi procurado por praticamente todos postulantes à cadeira do atual presidente Roberto Dinamite. Mas, por enquanto, nada definido.
Edmundo encerrou há alguns dias um curso de quatro meses de gestão esportiva numa faculdade na Barra da Tijuca. Ao seu lado, amigos advogados e empresários vascaínos. Um deles é pré-candidato à presidência do Vasco, como é o caso do empresário Leonardo Gonçalves, da Cruzada Vascaína. O ex-jogador, no entanto, ainda adia qualquer definição de apoio de sua parte. Hoje, no entanto, sua preocupação é reunir algumas pessoas de confiança para influir no quadro político do clube que tanto conhece.
– Quero muito ajudar o Vasco e venho me preparando para isso há algum tempo. Fui procurado por candidatos à presidência do clube para as próximas eleições, mas estou avaliando o cenário para tomar uma decisão. Estou montando um grupo forte, com executivos, ex-atletas e políticos. São profissionais renomados com o mesmo amor e interesse em ajudar o Vasco que tenho para montar projetos já para a próxima administração, visando a retomada do Gigante Vasco da Gama – disse o ex-jogador, em mensagem transmitida por sua assessoria de imprensa. Entre os ex-jogadores ao qual se refere Edmundo estão alguns que atuaram com ele, como Pedrinho e o atual preparador de goleiros Carlos Germano.
Edmundo Curso Gestão (Foto: Reprodução )
De camisa cinza no centro da foto, Edmundo posa com os colegas na faculdade de administração (Foto: Reprodução )
Velho conhecido de Edmundo, o ex-presidente Eurico Miranda, que tenta voltar ao poder no clube este ano, disse que não pediu apoio do seu ex-jogador. No entanto, a informação que vem por parte do estafe do ex-jogador é que houve um almoço recente entre os dois. Além de Eurico, Jorge Salgado e Fernando Horta também abriram contato com o Animal. Na campanha de Roberto Monteiro, também há a intenção de assediar o ex-jogador para um possível apoio. A procura também existe pela parte do seu colega de turma Leonardo Gonçalves, que costura composição política da Cruzada com Salgado.
– Existe uma afinidade ideológica grande entre o nosso grupo político no Vasco e o dele. Isso ficou nítido durante o curso. Espero que a gente esteja junto gerindo o nosso clube – diz Gonçalves, líder da Cruzada Vascaína. 
Juninho neutro
Pré-candidato pelo grupo Vira Vasco, Nelson Rocha não tentou ainda o contato com Edmundo. Embora ressalte que respeita e admira Edmundo como grande ídolo do clube, ele, no entanto, prefere tentar a aproximação com outro ídolo vascaíno da era pós-Dinamite.
– Se for para conquistar o apoio de algum ex-jogador, aquele que mais temos afinidade não é o Edmundo, mas sim o Juninho. Ele representa todos os valores que pretendemos implementar no Vasco – afirma Rocha.
Recém-aposentado, Juninho, porém, não deve participar de maneira alguma destas eleições. O ex-jogador deve ser comentarista de TV em jogos da Copa do Mun
do.
Fonte: Globo.com

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠