Adilson não vê jogo decisivo, mas faz o alerta: 'Já tem gente encostando…'


 

O Vasco entra em campo nesta quinta-feira, para enfrentar o Madureira, com o sinal de alerta ligado. Com 18 pontos, o Cruz-Maltino ocupa a quarta posição do Campeonato Carioca e vê a perigosa aproximação de Nova Iguaçu e Botafogo na tabela de classificação da competição. Nada, no entanto, que leve o técnico Adilson Batista a tratar o confronto contra o Tricolor Suburbano como um jogo decisivo. Mas ele faz o alerta:

– Sabemos da importância dessa partida porque já tem gente encostando… Precisamos pontuar para nos classificarmos. Mas não tem essa de jogo decisivo. Vejo sim um jogo importante, de responsabilidade na busca por nossos objetivos. Acabamos cometendo erros em alguns jogos, fomos prejudicados em outros, tivemos desatenção em outros que estavam controlados, infelicidade em alguns que fomos superiores – lembrou Adilson.

O objetivo principal de terminar a primeira fase na liderança, garantir a vantagem até a final e conquistar a Taça Guanabara, no entanto, ficou distante. O líder Flamengo já tem 25 pontos, sete a mais do que o Vasco.

– Nosso objetivo era a primeira colocação, claro. Mas sei que hoje ela ficou mais difícil. O importante agora é se classificar. Depois é mata-mata e contamos com a força de nosso torcedor – resumiu o treinador vascaíno.

Vasco e Madureira se enfrentam nesta quinta-feira, às 16h (de Brasília), em Conselheiro Galvão, pela 11ª rodada do Campeonato Carioca. A equipe do técnico Adilson Batista deve ir a campo com Martín Silva, André Rocha, Rodrigo, Rafael Vaz e Diego Renan; Aranda, Pedro Ken, Fellipe Bastos e Douglas; Thalles e Edmílson. O Cruz-Maltino tem 18 pontos no estadual e está em quarto lugar. O Madureira, com 13, é o oitavo.

Fonte: GloboEsporte.com

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠