Quatro jogadores disputam 2 vagas no ataque do Vasco contra o Resende

Artilheiro do time na temporada, Edmilson voltou a jogar bem e é a principal figura do ataque vascaíno. Depois de 11 partidas, o técnico Adilson Batista ainda tem dúvidas sobre seu parceiro. Éverton Costa vinha sendo o titular mas, no jogo contra o Bangu, levou uma pancada no joelho direito e ficou ausente nas duas últimas partidas. Se estiver recuperado até a Quarta-Feira de Cinzas, tem boas chances de ser titular. 

Contra a Cabofriense, Montoya foi oescolhido, enquanto contra o Madureira quem jogou ao lado de Edmilson foi Thalles. Ambos parecem ter menos chances. Montoya ainda não convenceu o treinador de que consegue atuar em bom nível nos 90 minutos. Já a escolha por Thalles foi circunstancial, pelas características do jogo contra o Madureira, e Adilson tem dado sinais de que, a princípio, não tem a intenção de formar o time com dois centroavantes. 

Além de Éverton Costa, Thalles e Montoya, outro que está na briga pela posição é Reginaldo. Ele foi titular nos primeiros jogos do ano, e depois se contundiu. Entrou no segundo tempo contra o Madureira, deu o passe para o gol de Edmilson e foi elogiado por Adilson: 

— O Reginaldo tem uma cultura tática boa, até pelos anos que jogou na Itália. Sabe fazer bem o lado esquerdo e ajuda a recompor na marcação sem você precisar pedir. 

Contra o Resende, Fellipe Bastos vai cumprir suspensão pelo terceiro cartão amarelo. Caso esteja recuperado de dores na região dos glúteos, Guiñazu deve voltar ao time, formando o meio junto de Aranda, Pedro Ken e Douglas. O goleiro Martín Silva também está suspenso e será substituído por Diogo Silva ou Jordí. 

Fonte: O Globo online

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠