Vasco tem até abril para garantir certidão sem interromper patrocínio da Caixa

Caixa estampa a frente do uniforme do clube

O Vasco tem até o mês de abril para renovar a certidão negativa de débito que permite ao clube receber a terceira parcela do patrocínio de R$ 15 milhões anuais da Caixa Econômica Federal. Atualmente, a falta de pagamento de impostos já gerou um saldo de R$ 4 milhões na Dívida Ativa, valor ainda maior que os R$ 3,75 milhões ao qual o clube tem direito na verba de patrocínio.

Se não quitar o débito a tempo, o clube não renovará a certidão e não poderá fazer a retirada do patrocínio. A quarta parcela está prevista para agosto, segundo o diretor-geral Cristiano Khoeler.

A diretoria espera reunir mais recursos através de outros patrocinadores para poder honrar os compromissos. Atualmente o salário de janeiro está em atraso, já que o de fevereiro só será considerado vencido no dia 20 de março.

Outra frente de dificuldade financeira é a lista de credores, que inclui atletas afastados do grupo principal e alguns que já deixaram São Januário, casos de Carlos Alberto e Alecsandro.

 

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠