Rafael Silva é incluído em pauta do STJD e pode não enfrentar Corinthians

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) surpreendeu e incluiu o caso de Rafael Silva na próxima pauta do Pleno, que já havia sido divulgada para a sessão de semana passada mas foi adiada por falta de quórum. Com isso, o atacante será julgado em última instância na quarta-feira, às 9h30, um dia antes de enfrentar o Corinthians. Caso a pena recebida pelo jogador em primeira instância seja mantida, o Vasco perderá seu artilheiro, que vem atuando sob efeito suspensivo desde o início de outubro e ganhou a condição de titular recentemente, em três das últimas quatro rodadas do Campeonato Brasileiro.

Além de Rafael Silva, outros quatro casos foram incluídos na pauta que já havia sido divulgada: um da Federação Paulista de Futebol, outro da Ferroviária-SP e dois casos de doping, de jogadores do Avaí e do Independente-PA. Julgamentos do Pleno geralmente acontecem de 15 em 15 dias, mas o tribunal deve realizar duas sessões extras nos próximos dias 25 e 26 para até o dia 2 de dezembro, data da última sessão de 2015, todos os casos pendentes relativos a esse ano sejam julgados.

Goleador cruz-maltino no ano com 10 gols, Rafael Silva pegou gancho de quatro partidas por sua expulsão diante do Atlético-MG (relembre no vídeo abaixo) e pelos xingamentos ao árbitro Elmo Alves Resende. Ele cumpriu a suspensão automática e ainda tem que ficar fora de mais três jogos caso a punição seja mantida em última instância. Com a antecipação do julgamento, o atacante conseguiria terminar de cumprir a pena ainda em 2015 – do contrário, teria que cumprir parte da pena só em 2016 ou em temporadas posteriores em que estivesse no Brasil. Em fim de contrato, o jogador de 25 anos ainda não foi procurado pela diretoria do Vasco para renovar, ficará livre em dezembro e pode seguir para o exterior.

Nesse meio tempo, Rafael Silva já teve que voltar no mês passado ao STJD para responder pela expulsão diante do Avaí, mas desta vez pegou apenas um jogo de punição, já cumprido pela suspensão automática. Contratado em abril de 2014 após ser campeão paulista com o Ituano, o atacante é o artilheiro do Vasco na temporada com 10 gols, um a mais que Gilberto, que deixou o clube no meio do ano. Pelo Cruz-Maltino, ele disputou até agora 59 partidas e balançou a rede 11 vezes, sendo decisivo no título do Campeonato Carioca deste ano, com gols nos dois jogos da final diante do Botafogo, e na classificação para as quartas de final da Copa do Brasil, quando marcou o gol que eliminou o arquirrival Flamengo da competição.

Fonte: Globo.com

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠