Para manter chances, Vasco terá que quebrar jejum de três anos na Série A

Se não bastasse a dificuldade com que o Vasco chega à última rodada do Campeonato Brasileiro, precisando de uma combinação de três resultados para se livrar do rebaixamento, o Cruz-Maltino ainda vai ter que quebrar um jejum: há três anos o clube não sabe o que é vencer em três jogos seguidos pela Série A. Depois de superar o Joinville (2 a 1) fora de casa e o Santos (1 a 0) em São Januário, o time de Jorginho terá que surpreender o Coritiba no próximo domingo, no Couto Pereira, se quiser continuar com chances de permanecer na Primeira Divisão.

A última vez em que o Vasco conseguiu mais de duas vitórias consecutivas foi no primeiro turno do Brasileirão de 2012. Na época, o time que tinha Diego Souza, Juninho Pernambucano, Dedé e companhia emplacou duas sequências de quatro triunfos seguidos, somando 12 pontos em cada. A primeira começou logo na estreia, 2 a 1 sobre o Grêmio em São Januário, e depois fez 1 a 0 na Portuguesa no Canindé, 4 a 2 no Náutico na Colina e 2 a 1 no Bahia em Pituaçu. A segunda série positiva aconteceu entre a 9ª e a 12ª rodadas: ganhou em casa do Atlético-GO por 1 a 0, e logo após aplicou 1 a 0 no São Paulo no Morumbi, 2 a 0 no Santos em São Januário e 1 a 0 no Botafogo no Engenhão.

– A gente já esteve em uma situação muito pior. Estamos muito próximos. Vamos dar o nosso melhor, honrar essa camisa, e torcer para que os resultados ajudem a conquistar esse objetivo. Essa será nossa melhor semana de trabalho, pode ter certeza. Feliz com tudo que está acontecendo e sinceramente confiante de que conseguiremos alcançar o objetivo – afirmou Jorginho, em entrevista coletiva após a vitória sobre o Santos no último domingo.

alecsandro_tjhiagolontra_glo

Assim como o time de 2012, o Vasco versão 2015 tem em Nenê um meia com faro de gol, como foi Diego Souza. A diferença dessas duas sequência para o atual momento cruz-maltino é que, na época, a equipe tinha um atacante inspirado: Alecsandro balançou a rede em seis dos oito jogos em questão, marcando ao todo sete gols na série. Os atacantes que Jorginho tem à disposição, porém, estão mal nesse quesito: Riascos, com quatro gols em todo o Brasileiro, é quem vive a melhor fase no setor; seguido por Rafael Silva, com três, e Leandrão, com um. Titular, Jorge Henrique só tem um gol pelo clube, na Copa do Brasil. Já Thalles, Herrera e Eder Luis não marcaram na Série A.

Com a vitória do Coritiba sobre o Palmeiras, o Vasco só tem um caminho para evitar o terceiro rebaixamento de sua história: ganhar o próprio Coxa dentro do Couto Pereira e torcer para Avaí não derrotar o Corinthians, na Arena Corinthians, e o Figueirense não vencer o Fluminense no Orlando Scarpelli. Todos os jogos será às 17h (de Brasília), do próximo domingo.

Fonte: GloboEsporte.com

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠