Rebaixamento do Vasco tem choro, mágoa e lamento por 1º turno

Nenê sofreu com o gramado molhado no Couto Pereira (Foto: Geraldo Bubniak/AGB/LANCE!Press)

O cenário na saída de campo do Couto Pereira após o empate em 0 a 0 com o Coritiba foi desolador pra os jogadores do Vasco. Vários deles, como Rafael Silve e Nenê, não conseguiram conter as lágrimas, e saíram falando pouco ou nada com os jornalistas.

“Não tem o que falar”, disse Nenê, principal destaque da equipe no Brasileirão, que terminou em rebaixamento para a Série B.

Dentre os atletas que conseguiram falar sobre o resultado, o sentimento foi de que o time pagou o preço pelo péssimo primeiro turno.

“Tristeza. Lutamos, brigamos, infelizmente não conseguimos. A equipe lutou. O campo molhou muito, ficou muito pesado. No segundo turno fizemos um brilhante Brasileiro, mas foram muito poucos pontos no primeiro turno. Infelizmente, não foi o que a gente queria, futebol às vezes tem essas coisas, a gente sai muito magoado”, disse Serginho.

O Vasco terminou o Campeonato Brasileiro com 41 pontos, na 18ª colocação. Os demais rebaixados são Avaí, Goiás e Joinville.

Fonte: UOL Esporte

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠