Eurico assume culpa por queda do Vasco: ‘Mancha irreparável no currículo’

O presidente do Vasco, Eurico Miranda, não fugiu à responsabilidade e convocou a imprensa horas depois de consumado o terceiro rebaixamento do time no Campeonato Brasileiro. O dirigente foi claro nas declarações e disse que ele é o único culpado pelo fato de o Cruzmaltino ter que jogar a Série B em 2016.

“Único responsável pelo rebaixamento do Vasco sou eu. Digo isso para não transferir para mais ninguém. Isso aí é uma mancha irreparável no meu currículo de 50 anos de Vasco. Eu esperava não ter que passar por essa situação”, disse em coletiva.

Logo em seguida, no entanto, Eurico Miranda passou a atacar o ex-presidente Roberto Dinamite. Segundo o dirigente, ao reassumir o Cruzmaltino encontrou terra arrasada, já que o antecessor não cumpria com as obrigações de um clube de futebol.

“Esse cidadão Roberto Dinamite passou sete anos no Vasco e não recolheu um centavo de imposto, um centavo de Fundo de Garantia, e me deixou com três meses de atraso de salário. Jogadores e quadro funcional. Não havia a menor condição da gente, sem regularizar essa situação, poder fazer os investimentos que seriam necessários para que a gente pudesse ter um time competitivo. A primeira coisa foi regularizar essa situação pagando R$ 14 milhões”, aifmrou.

“Se isso tivesse resolvido os nossos problemas, para ser possível focar no investimento do futebol, tudo bem. Mas começamos a ter inúmeras surpresas. Vou citar um: água. Tive que parcelar R$ 10 milhões. Era terra arrasada. Hoje posso dizer que o Vasco tem a sua situação fiscal regularizada. Impostos recolhidos, FGTS também. E os salários estão em dia em todo o quadro funcional. Porque foi feito isso? Aprovam leis nesse país e não as aplicam”, completou.

Fonte: UOL Esporte

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠