Santos dá ‘troco’ na Globo e negocia com Esporte Interativo

torcida do santos durante jogo válido pela semifinal do Campeonato Paulista 2015. O jogo foi realizado no estádio Urbano Caldeira, a Vila Belmiro, na tarde deste domingo (19). 19/04/2015 (foto: GUILHERME DIONIZIO)

Virou rotina a torcida do Santos protestar nas arquibancadas contra a Rede Globo por acreditar que o clube é rejeitado pela emissora devido à quantidade de jogos do time transmitidos em TV aberta. Ironicamente, neste momento, a emissora é rejeitada pelo alvinegro, que flerta com um concorrente, o canal Esporte Interativo.

Como noticiou o Blog do Ohata, o Esporte Interativo mostrou aos clubes brasileiros o desejo de assinar um contrato de transmissão em TV fechada. O acordo valeria para os Campeonatos Brasileiros de 2019 e 2020.

O Santos já recusou uma oferta da Globo para renovar por mais dois anos o compromisso atual, que termina em 2018, e está animado com o novo interessado. Porém, o posicionamento santista vai na contramão de vários clubes, como Corinthians e Flamengo, que já acertaram a renovação com a Globo para a transmissão em TV aberta e com o Sportv, do mesmo grupo, para a TV fechada (paga).

“A conversa está só no começo, mas a proposta do Esporte Interativo é interessante. A Globo é uma parceira, só que o que ela ofereceu ao Santos não nos interessou. Além disso, é positivo estimular a livre concorrência”, afirmou ao blog Modesto Roma Júnior, presidente santista.

“Sei que parte dos clubes já fechou com a Globo, mas não vejo problemas em dois canais terem os direitos. Cada um mostra os jogos dos times com os quais tem contrato quando eles se enfrentarem. Está na hora de bagunçar um pouco o coreto”, completou o cartola do Santos.

Como o Esporte Interativo não tem canal aberto, os clubes negociariam com outra emissora a transmissão nessa modalidade.

Uma nova reunião dos clubes com representantes do Esporte Interativo deve acontecer na primeira semana de janeiro. Há entre os cartolas quem diga que o novo interessado já ofereceu um contrato de R$ 600 milhões a serem divididos entre os  clubes da seguinte forma: 50% igualmente para todos, 25% de acordo com a audiência e outros 25% conforme o desempenho técnico.

Procurado pelo blog, no entanto, Romildo Bolzan, presidente gremista, disse que seu clube não recebeu uma oferta detalhada do Esporte Interativo.

“Com o Grêmio, eles não falaram de valores. O que sei é que houve uma reunião com os clubes na qual foi feita só uma sondagem. O Grêmio não entendeu como uma proposta”, afirmou Bolzan, que também não aceitou a oferta feita pela Globo.

Inicialmente, a atual detentora dos direitos de transmissão ofereceu uma redução nos valores. Para compensar, daria um substancial adiantamento. Alegou, segundo dirigentes, que a atual crise econômica afeta o apetite de seus patrocinadores.

Fonte: Blog do Perrone – Uol

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠