Vasco faz avaliação criteriosa na busca por goleiro

Escudo

Depois das três primeiras contratações da temporada, o Vasco segue no mercado avaliando nomes para reforçar a equipe para a sequência do ano e, principalmente, a disputa da Série B. E uma das posições que a diretoria tem tratado com atenção é a de goleiro. Com as atuações seguras do jovem Lucão neste começo de temporada, a cúpula do futebol do clube tem tido paciência para avaliar os nomes disponíveis no mercado. Até pelo fato de que o clube acredita que não pode errar nesta contratação: quem chegar, deve ser um jogador com capacidade para assumir a titularidade sem contestação.

Desde a saída de Fernando Miguel para o Atlético-GO, diversos goleiros foram especulados no Vasco. O nome da vez é o de Alexander Domínguez, de 33 anos, que defende o Vélez Sarsfield, da Argentina. O equatoriano titular de sua seleção na Copa do Mundo de 2014 e nas últimas três edições da Copa América foi oferecido ao Cruz-Maltino, mas não houve qualquer tipo de negociação. Ele é reserva no clube argentino e tem contrato até o meio do ano. De acordo com a imprensa local, o staff do atleta informou que o Cruz-Maltino estaria em busca de um atleta brasileiro para a posição.

Outro nome especulado e já descartado publicamente pelo diretor executivo Alexandre Pássaro foi o de Júlio César, ex-Fluminense e que estava no Grêmio até o fim da última temporada. Uma ala da diretoria vê com bons olhos a contratação de outro goleiro do Tricolor gaúcho: Vanderlei. Mas o clube ainda aguarda o que vai ser definido sobre a situação do jogador de 37 anos no Grêmio para fazer qualquer tipo de contato.

Enquanto isso, Lucão começou a temporada como titular no Vasco. Até o momento foram cinco jogos e seis gols sofridos. Mas a última atuação, no empate em 1 a 1 com o Botafogo, valeu elogios do técnico Marcelo Cabo. Mas, ao mesmo tempo em que disse o jovem de 20 é o titular do Vasco “nesse momento”, o treinador também ressaltou que os jogadores revelados pela base do clube não podem ter a responsabilidade de serem as soluções do time profissional.

– Nós temos uma estatística que o Lucão, hoje, no Brasil, é o goleiro mais jovem a jogar um estadual. Lucão tem apenas 19 anos. E a gente precisa ter bastante sabedoria para conduzir o Lucão neste momento. Ele é um jovem promissor. Ele está evoluindo com a minutagem que está ganhando. E hoje ele fez uma grande partida. O Lucão neste momento é o titular do Vasco da Gama. Tem trabalhando bastante, tem correspondido – afirmou Marcelo Cabo, em entrevista coletica, antes de completar:

– Precisamos entender que o Talles ainda tem 18 anos, o Lucão tem 19 anos. O Pec tem 18 anos. Então precisamos entender esses jovens jogadores do Vasco da Gama. Eles não podem ter toda essa responsabilidade de ser a solução neste início de temporada. E o Lucão é um deles. Mas eu fico muito feliz em ver ele em uma partida segura. Isso só nós dá a certeza da nossa convicção que o Vasco tem um grande goleiro.

Intencionalmente ou não, Marcelo Cabo revelou a avaliação da diretoria do Vasco sobre a posição de goleiro. Há um entendimento de que Lucão é um goleiro promissor, mas o clube precisa e busca alguém mais experiente que chegue com a segurança de ser titular sem contestação na Série B. O exemplo da diretoria é a situação de Fernando Prass, que chegou ao clube em 2009 para a disputa da Segunda Divisão e virou ídolo do clube.

Até a definição e a contratação desse nome, Lucão deve ter uma sequência maior como titular durante o Campeonato Carioca. É a chance do goleiro mostrar o seu valor para a diretoria do clube e para a torcida vascaína.

Fonte: Esporte News Mundo

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠