Com estilo ‘paizão’, Emílio Faro cativa elenco e torcida do Vasco

O Vasco completou neste domingo três semanas sem um treinador efetivo: Maurício Souza foi desligado em 24 de julho, dia seguinte à derrota para o Vila Nova fora de casa. Mas esse parece ser o menor dos problemas na equipe. Com jeito de “paizão” e bons resultados na Série B do Brasileirão, o interino Emílio Faro cativou torcida e elenco e vem permitindo à diretoria vascaína procurar um novo técnico sem haver pressa.

Emílio, 55 anos, vai para a sétima partida no comando do Vasco nesta Série B. Depois das vitórias sobre Cruzeiro e Náutico no primeiro turno, quando assumiu como tampão na transição entre Zé Ricardo e Maurício, ele dirigiu a equipe nos últimos quatro jogos: vitórias sobre CRB e Tombense, empate com a Chapecoense e derrota para a Ponte Preta.

Funcionário fixo da comissão técnica do Vasco, Emílio trabalha com esse elenco desde o início da temporada e, portanto, conhece bem os jogadores. Ele é descrito pelos mais próximos como uma pessoa cativante e um treinador que fala a língua dos atletas, mas que também tem bagagem e agrega taticamente ao dia a dia do time.

– A gente costuma dizer que é um paizão nosso, né? – contou Edimar depois da vitória sobre o Tombense.

– Ele dá muita liberdade para a gente no treinamento. E acima de tudo conhece muito o clube. Um cara que tem uma experiência vasta no futebol e conhece muito o clube. A confiança que ele dá não só para os meninos, mas para a gente no dia a dia, faz com que o nosso ambiente realmente esteja muito leve. Então a importância dele é muito grande – acrescentou o experiente lateral-esquerdo.

“Essa questão de ser efetivado fica mais por conta da diretoria. Acredito que ele tem feito um grande trabalho. Por nós ele continua como técnico até o final do ano”, concluiu.

A prelação antes do jogo contra o Tombense (veja no vídeo acima), divulgado no vídeo de bastidores da “VascoTV”, dá uma ideia do ambiente e da relação de Emílio com o elenco. Minutos antes de entrar em campo, ele pediu apenas para que seus jogadores desfrutassem da partida.

– Rapaziada, a gente falou basicamente sobre tudo que a gente compreende para a partida de hoje, mas faltou uma palavrinha que eu vou colocar aqui agora. De vários capítulos que vão dar o acesso para a gente, hoje é mais um. Usufruam. Usufruam do jogo com todos os ingredientes. Na hora de contar essa história, vamos ver o quanto foi prazeroso esse momento aqui. Usufruam do jogo, tá? – disse.

O Vasco procura em marcha lenta um novo treinador no mercado, embora a tendência é de que as tratativas acelerem agora com a oficialização da chegada da 777 Partners. Desde o início, no entanto, existe uma corrente interna que defende a permanência de Emílio no cargo. Contanto, é claro, que os resultados sigam aparecendo.

Andrey: “Um cara sensacional”

Um dos nomes do jogo do último sábado, Andrey Santos também falou sobre o trabalho do treinador interino. Na opinião do volante de 18 anos, autor de dois gols contra o Tombense, Emílio é responsável por unir “cada vez mais” o elenco.

– O Emílio é um cara sensacional, sem palavras. Nosso grupo é muito unido, e ele une cada vez mais, com as brincadeiras dele, sabendo o momento certo de trabalhar. Não tenho o que dizer sobre ele – elogiou o volante, que desconversou quando perguntado sobre uma possível efetivação:

– Eles estão resolvendo isso, sei que vão resolver da melhor maneira possível e que vai ser a melhor para o Vasco.

O Vasco se reapresenta nesta segunda-feira para dar início à preparação para o próximo compromisso pela Série B do Brasileirão: a equipe enfrenta o CSA na quinta, em Maceió.

Fonte: ge