Postura do Vasco no mercado não vem atendendo expectativas

As recentes declarações do diretor esportivo Paulo Bracks e o lento movimento do Vasco no mercado da bola não vêm correspondendo às promessas feitas pela 777 Partners. No atual cenário, a balança entre expectativa e realidade causa movimentação nos bastidores de São Januário e aflição na torcida.

Um grupo de conselheiros protocolou um documento em que pede explicações sobre diversos pontos da parceria entre o Cruz-Maltino e a empresa norte-americana. Os destinatários são o presidente Jorge Salgado e o vice Duque Estrada, que fazem parte do clube associativo e do conselho administrativo da SAF.

Na coletiva concedida após retornar da Europa, Bracks disse que, na reunião com a 777 e com os integrantes dos 30% da associação, houve “uma chancela institucional desse orçamento, plano e projeto”. Ainda no evento, ocorrido há mais de uma semana, o tom adotado foi cauteloso e o diretor afirmou que “o Vasco já tem jogadores contratados”, mas ainda não houve anúncio de reforços.

“Toda vez que eu viermos anunciar um jogador, vamos explicar o porquê do jogador. Que analisem com justificativa, e não com base no imaginário ou expectativa que se crie”, disse.

A postura, porém, não coaduna com o que foi explanado pela 777 durante as negociações com o clube para a venda das ações da SAF. No documento enviado à secretaria do Cruz-Maltino, os conselheiros lembraram, por exemplo, a declaração de Josh Wander, sócio da 777, em visita à Colina em março, às vésperas de um clássico com o Flamengo. Na ocasião, ele prometeu que seria “a última vez na história que o Vasco entra em campo em desvantagem financeira contra eles”.

Esta não é a primeira vez que a frase de Josh repercute. Quando citada pelos jornalistas presentes na coletiva, causou incômodo em Bracks. Em março, porém, o próprio perfil oficial do clube a publicou e inflamou a torcida.

Até aqui, o Vasco oficializou apenas as chegadas de Maurício Barbieri como técnico e Abel Braga como diretor técnico. Enquanto isso, nas redes sociais, cruz-maltinos reivindicam contratações e se mostram frustrados em como o clube vem se comportando no mercado. Na própria transmissão da entrevista de Bracks, muitos colocaram emojis de tartaruga no chat da TV oficial.

Fonte: UOL