Aplaudido nos últimos jogos, Martín Silva falhou contra o Nova Iguaçu

 
A rotina de aplausos a cada toque na bola não se repetiu para Martin Silva no empate por 1 a 1 com o Nova Iguaçu, em rodada disputada no domingo pelo Campeonato Carioca. O camisa 1 cruzmaltino colecionou erros na partida em Volta Redonda e experimentou, pela primeira vez, a torcida o ver com desconfiança. O gol levado aos 47min do segundo tempo aconteceu também por culpa do uruguaio, em saída sem firmeza do gol. 
 
Silva foi defendido pelo treinador do Vasco após o tropeço, que manteve o clube na terceira colocação do Estadual e não permitiu a ida à liderança – o Fluminense lidera a competição, seguido do Flamengo. Os dois clubes têm 16 pontos, mas o Tricolor fica em vantagem pelo saldo de gols. 
 
“Foi uma bola rápida. Não é só não sair do gol. Às vezes, é uma bola rápida, que alguém bloqueou ou não deixou sair. É um lance que se pede para jogar mais adiantado. Foi uma bola dividida. Não olho por esse lado”, avisou o treinador vascaíno. 
 
No empate, o Vasco não jogou bem e teve dificuldades. Os problemas começavam pelo sistema defensivo. Logo aos 12min, Silva jogou bola para Rafael Vaz sair para o jogo. O zagueiro errou passe de volta para o goleiro, que saiu da meta de forma atabalhoada e permitiu a finalização do atacante do Nova Iguaçu. Vaz evitou o gol com corte em cima da linha. 
 
Em seguida, o goleiro uruguaio saiu do gol em falso em jogada aérea e permitiu o gol adversário. O bandeirinha marcou impedimento – inexistente – e “salvou” o camisa 1 cruzmaltino. Inseguro, Silva ainda tinha todo o segundo tempo pela frente. 
 
E um novo erro aconteceu nos acréscimos do jogo. Aos 47min e após escanteio, o goleiro titubeou mais uma vez na saída de gol e viu Jorge Felipe ajeitar a bola para Rhayner, que completou para o gol. A falha na marcação dos companheiros de linha também foi determinante para o lance, que garantiu o empate para o Nova Iguaçu. 
 
O Vasco tem semana cheia de treinos para se preparar para a próxima rodada. O Cruzmaltino tem clássico contra o Flamengo no próximo domingo, às 16h, no Maracanã. Adilson evitar cobranças públicas e avisa que irá perdoar os erros. “Vamos tentar recuperar no nosso próximo jogo. Temos mais algumas rodadas. Agora, é pensar no clássico, que sabemos que será difícil. Temos de nos preparar, ter atenção e fazer alguns ajustes. Temos de relevar algumas coisas”, finalizou. 
 
Fonte: UOL

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠