Vasco prepara defesa de Rafael Silva, e advogado avisa: “Estamos otimistas”


O jogo contra o Corinthians é só na quinta-feira, mas o caráter decisivo dessa e das próximas partidas começa na manhã de quarta, quando Rafael Silva será julgado pelo Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e pode desfalcar o Vasco em três das quatro últimas rodadas do Campeonato Brasileiro. O departamento jurídico cruz-maltino já prepara a defesa do atacante, que é o artilheiro do time na temporada com 10 gols e vem atuando sob efeito suspensivo desde o início de outubro. O advogado do clube Paulo Máximo é quem deve fazer a defesa do jogador e, sem entrar em detalhes na estratégia a ser utilizada, mostrou confiança em reduzir a punição recebida em primeira instância no tribunal.

– Estratégia de defesa a gente não adianta. Mas estamos otimistas – afirmou.

Rafael Silva pegou gancho de quatro partidas por sua expulsão diante do Atlético-MG e pelos xingamentos ao árbitro Elmo Alves Resende. Ele cumpriu a suspensão automática e ainda tem que ficar fora de mais três rodadas caso a punição seja mantida. Uma possibilidade de defesa é descaracterizar a ofensa moral ao árbitro, artigo 243-F do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) e que tem como pena mínima quatro jogos, para desrespeito, artigo 258, em que a pena varia de um a seis e pode até mesmo ser revertida em advertência em casos de infrações de pequena gravidade.

No primeiro julgamento, realizado pela Segunda Comissão Disciplinar no dia 29 de setembro, três dos cinco auditores mantiveram a denúncia como ofensa, enquanto só dois desclassificaram a conduta para desrespeito. No Pleno, geralmente são nove auditores. Em depoimento no STJD na época, Rafael Silva negou ter chamado o árbitro de “fanfarrão” e ter feito gestos com as mãos como se ele estivesse roubando, como descrito na súmula. Segundo o jogador, por ser paulista, ele não é acostumado a usar essa gíria, e quanto ao gesto alegou serem palmas. Leandrão também compareceu ao tribunal para ajudar na defesa do companheiro e confirmou as palavras.

Caso Rafael Silva fique impossibilitado de jogar, a tendência é que Leandrão forme a dupla de ataque com Riascos. Com 33 pontos, o Vasco segue na zona de rebaixamento do Brasileiro, mas com a arrancada já diminuiu a diferença para o primeiro clube fora do Z-4 de 13 para apenas dois pontos. Restando quatro rodadas para o fim do campeonato, o Cruz-Maltino volta a campo nesta quinta-feira para enfrentar o Corinthians, às 22h (de Brasília), em São Januário.

Fonte: GloboEsporte.com

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠