“Presidente falou que todos ficam”, diz Jorginho, sobre elenco do Vasco

Jorginho, técnico do Vasco, participou do "Seleção SporTV" (Foto: Reprodução SporTV)

O Vasco manteve a comissão técnica após o rebaixamento para a Série B do Campeonato Brasileiro, sob o comando do técnico Jorginho, e também deve manter o elenco que disputou o Brasileirão e lutou contra o Z-4 até a última rodada. Apesar das especulações, especialmente sobre a saída do zagueiro Luan, o treinador revelou ao “Seleção SporTV” que o presidente do clube, Eurico Miranda, garantiu que todos têm contrato e ninguém deixará o clube. O volante Serginho, único que tem vínculo por encerrar, negocia a renovação.

– Para mim, o presidente falou que todos vão ficar, que eles têm contrato. Sobre o Serginho, ele falou que vai fazer o possível para a renovação, foi pedido nosso. O Nenê só tem o compromisso para liberar para fora, aqui tem que pagar sei lá, R$ 300 milhões, o que é um absurdo. Se pagar R$ 300 milhões, aí vende – disse Jorginho, aos risos, lembrando que o contrato do jogador tem uma cláusula que permite saída para o exterior, mas cobra multa alta em caso de troca para outro clube brasileiro.

Apesar da garantia do presidente, Jorginho não descartou “uma ou outra” baixa no elenco, mas demonstrou que o clube só aceitará perder alguém caso o negócio seja muito vantajoso. Ele ainda revelou a torcida para que Luan não seja o “alvo”, embora tenha admitido que o zagueiro, de 22 anos, é um dos jogadores que vêm sendo assediados após o término da temporada.

– Temos que estar atentos em relação a isso, sabendo que pode acontecer um caso ou outro. Mas, sinceramente, o Luan é um jogador extremamente importante, é uma cria do Vasco, não gostaríamos de perdê-lo. Seja na situação dele, do Nenê ou de outro jogador, vai ser por extrema necessidade (uma saída) porque o presidente falou que, a não ser que seja uma coisa muito vantajosa para o Vasco, todos vão ficar – insistiu.

Jorginho assumiu o comando do time na reta final do primeiro turno e, apesar de não ter evitado o rebaixamento,  teve um aproveitamento de 49,12% e deixou o time com chances de evitar a degola até a última rodada. Garantido para 2016, o técnico pede melhoras na estrutura, mas elogia a diretoria pelos esforços.

– Em termos de planejamento, a gente está numa situação melhor, o Vasco está com os salários em dia, isso é fundamental. Essa diretoria está tentando de todas as formas cumprir com suas responsabilidades. Acho que é importante a diretoria atual pensar nesse futuro, eles sabem muito bem o quanto é importante termos um CT, isso facilita demais o trabalho, qualifica o trabalho. É um processo e eu, com aquilo que adquiri na minha carreira como atleta e treinador, quero contribuir de alguma forma – completou.

Fonte: SPORTV

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠